Manifestantes invadem Parlamento de Hong Kong

Manifestantes derrubaram portas e picharam as paredes – Foto: EPA

Manifestantes contrários ao governo de Hong Kong invadiram nesta segunda-feira (1) o Parlamento local, após várias horas de assédio ao prédio.

Mais de 1,5 mil pessoas irromperam o Parlamento, a maioria jovens estudantes com os rostos cobertos. Eles derrubaram portas e picharam as paredes.

Policiais e agentes de segurança tentaram conter os manifestantes com escudos, gás lacrimogêneo e spray de pimenta. O incidente ocorreu durante um ato que lembra o 22º aniversário da devolução do território de Hong Kong à China. Além disso, é um novo capítulo na crise política local, iniciada em junho, que coloca em choque os apoiadores do governo e os ativistas pró-democracia.

Estes últimos, reunidos em torno do movimento Civil Human Rights Front, levaram às ruas 550 mil pessoas nesta segunda-feira, de acordo com dados dos organizadores das passeatas. Já a polícia estima um público de 190 mil pessoas. Considerando os protestos em Hong Kong entre os dias 9 e 16 de junho, cerca de 3,7 milhões de pessoas aderiram a algum ato, de um total de 7,4 milhões de habitantes. As revoltas começaram com as leis que permitirão extradições à China.

Da AnsaFlash