Curso será realizado dia 19 de novembro na sede da Embrapa Gado de Corte – Divulgação

A principal fonte de alimento do gado é a pastagem, só isso justifica investir na sua implantação e manutenção. O curso que a Embrapa vai realizar de 19 a 21 de novembro vai abordar vários aspectos de como manter um pasto produtivo, entre eles o de realizar um manejo adequado.

Para os especialistas da área de forrageiras o retorno econômico é garantido quando todas as etapas são bem feitas podendo o gado bovino atingir índices elevados de produção de 20 a 25 arrobas por hectare ao ano.

Quem confirma os números é o pesquisador Rodrigo Amorim Barbosa, coordenador do curso. Ele afirma também que é possível manter um pasto produtivo por vários anos sem reforma-lo. Tudo depende de um bom planejamento como a escolha da área, da planta forrageira, da correção do solo, da época de plantio, e, principalmente, do manejo.

Durante os três dias de curso especialistas da Embrapa e de fora da empresa vão abordar sobre características de solo, implantação e recuperação de pastos, adubação, pragas e doenças, controle de plantas invasoras, ajuste de animais na área e capacidade de suporte dos pastos além de tratar sobre consequências econômicas de diferentes estratégias de manutenção. No programa consta ainda o uso de cerca elétrica, estratégias de usar pastagens e suplementos e visita aos campos experimentais da Embrapa incluindo mostras de novas cultivares e resultados obtidos.

O último curso oferecido pela Embrapa foi em 2012, agora em 2019, novas informações e resultados serão repassados garantindo aos participantes atualizar seus conhecimentos em pastagens.

O curso é votado para técnicos e produtores e será realizado na sede da Embrapa Gado de Corte, à Avenida Radio Maia, 830, em Campo Grande (MS), no auditório Nelore, a partir das 8 horas do dia 19 de novembro, terça-feira. A carga horária total é de 24 horas e o valor da inscrição varia de 280 a 400 reais. As inscrições serão aceitas até o dia 15 de novembro e informações detalhadas poderão ser conhecidas no endereço: www.embrapa.br/gado-de-corte