A música clássica terá um momento especial no próximo dia 26, quarta-feira, na Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, com a realização de um Concerto de Violão com o virtuose violonista, professor e concertista Marcelo Fernandes. Para o evento, que conta com apoio da UFMS, a ASL programou inicialmente uma interação intimista com o público acerca do tema “O Violão Clássico e sua Poética”, e em seguida a realização de um seleto Concerto incluindo cinco concisos blocos musicais assim intitulados: 1) O violão urbano e saudoso; 2) O violão caboclo; 3) O violão onírico e fantástico; 4) O violão sacro; e 5) O violão modernista. Haverá participações especiais da soprano Ana Lúcia Gaborim e de Fernando D’andreia. A programação faz parte do tradicional “Chá Acadêmico” que a ASL realiza todos os meses, a partir das 19h30min, na sede da instituição: Rua 14 de Julho, 4653 – Altos do São Francisco, com entrada franca.

Doutor em música e um dos principais nomes do violão contemporâneo, Marcelo Fernandes integra o quadro docente da UFMS e atualmente é Pró-reitor de Extensão, Cultura e Esporte. Vencedor de vários concursos de interpretação instrumental, há anos empreende frutífera carreira internacional, realizando recitais e masterclasses em teatros, instituições de ensino musical nos Estados Unidos, Espanha, França, Suíça, Portugal, Colômbia, Chile, Bélgica e Alemanha, tendo feito a estreia europeia da obra integral para violão de Camargo Guarnieri. Em 2009, integrou projeto nacional com uma turnê de 86 recitais de violão em vinte estados brasileiros, ao lado do violonista Henrique Annes. Mais recentemente realizou temporadas de recitais pelo interior de MS, patrocinadas pela Funarte e FCMS, ao lado das cantoras Malu Mestrinho e Ana Lúcia Gaborim, mostrando canções de compositores modernistas e poetas brasileiros, espanhóis e latino-americanos.

“Marcelo Fernandes se há manifestado em todos sus trabajos como um guitarrista de excepción por sus excelentes condiciones e su capacidad artística”, assim afirmou o saudoso violonista e professor Abel Carlevaro, mestre com quem Marcelo estudou no Uruguai. Por sua vez, o maestro Eduardo Martinelli (MS) asseverou: “Marcelo é um músico no sentido pleno da palavra, possui as diferentes e necessárias inteligências para ser um grande instrumentista…”. Já o poeta/compositor e crítico cultural Rubenio Marcelo disse: “Eivado de virtuosismo, Marcelo Fernandes exercita a arte violonística com refinamento e celebra a expressão musical em sua plenitude, quer nos ambientes acadêmicos, quer nos palcos populares, quer nas eruditas salas do Brasil e do mundo”.

Para o presidente da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, escritor e publicitário Henrique de Medeiros, a participação de Marcelo Fernandes no Chá Acadêmico da ASL faz parte da literatura e sua pluralidade cultural na integração com as outras artes, que é um dos objetivos da atual diretoria. A ASL registra ao longo da sua existência (47 anos) uma história marcante voltada para a defesa do vernáculo e o cultivo da arte literária, zelando e incentivando todas as vertentes artísticas e derivações da cultura nacional e estadual. Sempre aberto e sem fins lucrativos, o evento mensal ‘Chá Acadêmico da ASL’ integra um dos programas culturais da entidade, apresentando sempre um convidado de destaque.