Segundo Lidiane Zanata, Dourados tinha somente 15 empresas regularizadas junto ao Simd - Foto: A. Frota
Segundo Lidiane Zanata, Dourados tinha somente 15 empresas regularizadas junto ao Simd – Foto: A. Frota

O Simd, que controla a qualidade dos produtos de origem animal em Dourados, quer que empreendedores saiam da clandestinidade

O Serviço de Inspeção Municipal (Simd), que controla a qualidade dos produtos de origem animal em Dourados, implantou ações de humanização no trabalho prestado para atender uma das principais finalidades que tem, que é incentivar as pequenas empresas e empreendedores a saírem da clandestinidade, transformando-os em empresários da área urbana e rural, oferecendo aos consumidores douradenses alimentos com qualidade e segurança garantida.

Segundo o secretário Landmark Ferreira Rios, da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Semafes), o Simd tem uma nova gestão há pouco mais de 45 dias e, como novas ações, tem possibilitado avanços. “Como gestores, devemos atuar como facilitadores do desenvolvimento. Apoiar e fomentar o trabalho, o desenvolvimento, tudo dentro da legalidade. Esta humanização tem ocorrido para aqueles que necessitam do Simd”, disse.

Os produtores douradenses de embutidos cárneos, queijo, ovos, leite e mel, são monitorados e inspecionados pelo Simd em relação à sanidade do rebanho, o local e a higiene da industrialização, certificando com selo de garantia todos estes produtos. Dentro da proposta de humanização, o trato com os empreendedores está focado em encontrar saídas para os problemas que possam surgir.

A médica veterinária Lidiane Palacios Zanata, responsável pelo departamento, explica que o serviço de inspeção estava com 15 empresas ativas, muito pouco para uma cidade com o porte de Dourados.

“Temos ido estabelecimento a estabelecimento, humanizando a relação e orientando os produtores a sair da clandestinidade, dentro da legalidade, com prazos e cronogramas para que atendam todas as exigências”, disse Lidiane.

Segundo a médica veterinária, este trabalho tem dado frutos. “Em menos de 45 dias, já incluímos mais 3 empresas e na próxima semana mais uma estará com o selo de inspeção municipal. Nossa meta é incluir 5 novas empresas até o final do ano e fico feliz porque em um curto período de tempo já temos 3. Com boa vontade e compromisso iremos muito além”, avaliou.

A emissão de Certificados de Qualidade dos Produtos de Origem Animal é uma das funções do Simd. As empresas e empreendedores que se adequarem às exigências sanitárias vigentes em legislação específica e que também possuem qualidade e higiene no processo de produção são certificados.