Em audiência, superintendente do IEL anuncia encaminhamento de 7 mil alunos para estágio

Audiência foi realizada nesta quinta-feira na Assembleia Legislativa - Divulgação
Audiência foi realizada nesta quinta-feira na Assembleia Legislativa – Divulgação

Ao participar da audiência pública “Benefícios da Legislação sobre a Contratação de Menores para o mercado de Trabalho por Meio do Estágio”, realizada nesta quinta-feira (14/09) na Assembleia Legislativa, o superintendente do IEL, José Fernando Amaral, anunciou o encaminhamento de 7 mil estudantes ao longo deste ano para estágio em empresas e órgãos públicos municipais e estaduais apenas pelo Instituto.

“O estágio é o principal produto do IEL e atuamos nesse segmento há vários anos, fazendo essa triangulação entre os estudantes, as escolas, as empresas e órgãos públicos. O Instituto busca encaminhar, todos os anos, um número expressivo de estudantes para estagiar, sendo que somente neste ano devemos atingir quase 7 mil estagiários colocados no mercado de trabalho”, destacou José Fernando Amaral, reforçando o foco principal do IEL.

A coordenadora de desenvolvimento de carreira do IEL, Rosângela Ramos, que ministrou uma palestra sobre a Nova Lei do Estágio, abordou os benefícios que a contração de estagiários traz para as empresas e para os estudantes. “Ressaltei sobre a importância da colocação no menor no mercado de trabalho, informando que, atualmente, o sistema do IEL tem aptos para estágio 227 estudantes de 16 a 17 anos de idade, além de outros 102 já atuando no mercado de trabalho”, revelou.

Na avaliação da deputada estadual Mara Caseiro (PSDB), autora da proposição para a realização da audiência pública, nós já temos em vigor a Nova Lei do Estágio desde 2008, mas muitas pessoas ainda não têm conhecimento sobre o funcionamento dessa nova legislação. “Acredito que o IEL seja a instituição ideal para disponibilizar informações sobre como funciona essa nova lei, como as empresas podem contratar estagiários, como funciona esse processo e quais os benefícios que pode trazer”, pontuou.

Ela acrescenta que, como uma instituição idônea e com experiência na área, o IEL só tem a ajudar, trazendo mais divulgação sobre a Nova Lei do Estágio. “Hoje, temos muitas dificuldades na inserção dos nossos jovens no mercado de trabalho e o estágio é uma forma de oportunizar essa experiência. Acredito que muitos, por meio do estágio, podem até obter a efetivação no emprego, contribuindo para a mudança no cenário econômico social do País. Em plena recessão econômica, essa força de trabalho representa um menor custo para as empresas e eles serão de grande valor social, pois, para muitas famílias, a bolsa-auxílio do estagiário ajuda a complementar a renda da casa”, afirmou.

A audiência atende solicitação do vereador Fernando Napp Rocha (PSDB), de São Gabriel do Oeste (MS), presidente da Comissão Especial para Estudo da Legislação que Trata do Trabalho do Menor de Idade da Câmara Municipal. “O meu objetivo foi buscar a legalidade na contratação de menores de idade. Queremos contribuir com a divulgação do estágio para as empresas para que contratem o máximo de jovens possíveis e que no futuro até sejam efetivados como funcionários”, finalizou.