Trabalhadores em educação vão continuar luta pela valorização do magistério e do administrativo educacional com 34% do efetivo – Foto: SIMTED Dourados

Em assembleia na manhã desta quinta-feira (23), trabalhadores em educação da Rede Municipal de Ensino de Dourados deliberaram pela continuação da greve com 34% do efetivo de cada unidade escolar do município, em atendimento à liminar do Tribunal de Justiça do Estado.

O SIMTED foi notificado sobre a liminar nesta quarta-feira (22) e a assembleia desta quinta (23) foi convocada com urgência para deliberação de toda a categoria sobre o cumprimento da medida judicial.

Nesta tarde, os educadores voltam aos seus postos de trabalho para organização do cumprimento da liminar, com escalas para que 66% dos servidores atendam, em período integral de cada turno letivo, a todos os alunos de escolas municipais e centros de educação infantil.

Apesar da tentativa autoritária do governo municipal, de tentar impor por meio da justiça uma multa diária abusiva aos trabalhadores, a categoria segue unida e continuará as mobilizações pela valorização do magistério e do administrativo educacional.

A medida tomada pela prefeitura, de acionar a justiça, pode prejudicar os alunos e o trabalho dos educadores, com superlotação em salas de aula, entre outras dificuldades para atender a demanda de 100% das escolas e Ceims com 66% do efetivo, em desacordo com a legislação da educação.

Às 15 horas desta quinta (23), a comissão de negociação do SIMTED se reúne com o governo municipal, esperando pela presença da prefeita e por propostas concretas para o magistério e para o administrativo educacional.