Délia Razuk quer investir sobra do duodécimo na infraestrutura de loteamentos urbanizados

Diretor-presidente da Agehab, Sérgio Henrique com vereadores membros da Comissão de Habitação - Foto – Assecom
Diretor-presidente da Agehab, Sérgio Henrique com vereadores membros da Comissão de Habitação – Foto – Assecom

A pedido da prefeita Délia Razuk, a Agehab (Agência Municipal de Habitação de Interesse Social) acordou junto a Comissão Permanente de Habitação da Câmara de Vereadores de Dourados o repasse do duodécimo do legislativo municipal para empregar na infraestrutura dos loteamentos urbanizados da cidade.

Segundo o presidente da comissão, vereador Alberto Alves dos Santos, o Bebeto (PR), a proposta é de grande relevância na assistência às famílias que desejam construir num local com todos os aparatos necessários. “Acreditamos na sensibilidade da prefeita Délia Razuk e desde já nos colocamos à disposição do executivo no fomento da política social voltada para habitação”, enfatizou o parlamentar, afirmando que os membros da comissão permanente de habitação e patrimônio público vão se empenhar ao máximo para que haja consenso de todos os vereadores.

O diretor-presidente da agência, Sérgio Henrique Martins de Araújo, também se comprometeu em colaborar, explicando sempre que necessário a importância desse repasse para atender à demanda, já que a sobra do duodécimo de 2016, devolvido pela Câmara de Dourados ao município foi de aproximadamente R$ 2 milhões. “Essa é a primeira de muitas ações em que os poderes Executivo e Legislativo atuarão em busca de soluções criativas que possam amenizar o impacto financeiro pelo qual atravessa o país e, assim, continuar investindo nas questões sociais”, finalizou Sérgio Henrique.

Já estão sendo finalizados, pela Procuradoria Geral do Município, os estudos do primeiro loteamento urbanizado de Dourados com mais de 190 lotes e em breve será encaminhado para a apreciação do legislativo e votação.