Parceria do governo com o grupo Onça Pintada melhora atendimento a pacientes com câncer

Reinaldo participou da entrega da nova unidade móvel do grupo Onça Pintada, nesta terça-feira, em Campo Grande - Foto: Edemir Rodrigues
Reinaldo participou da entrega da nova unidade móvel do grupo Onça Pintada, nesta terça-feira, em Campo Grande – Foto: Edemir Rodrigues

Ao participar da entrega da nova unidade móvel do grupo Onça Pintada nesta terça-feira (6.6) em Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja reafirmou que a parceria entre o Governo do Estado e as organizações sociais e entidades tem sido importante para beneficiar a população de Mato Grosso do Sul. O micro-ônibus adaptado para atender pacientes com câncer foi adquirido por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Paulo Corrêa. Investimento da ordem de R$ 300 mil reais.

“Isso mostra o espírito do governo, que é um governo que olha não para partido, mas sim para as pessoas, para os cidadãos, aqueles que necessitam do nosso apoio”, afirmou Reinaldo Azambuja. O governador disse que é preciso atender o máximo de mulheres, para se que possa fazer o diagnóstico precoce e assim conseguir a cura do câncer de um número cada vez maior de mulheres.

Para a plateia formada por participantes do grupo Onça Pintada, vereadores e prefeitos de alguns municípios do Estado que já foram atendidos pela unidade móvel, Reinaldo Azambuja lembrou que o seu governo vem investindo forte na área da saúde. Citou como um dos exemplos, a entrega do acelerador linear ao Hospital de Câncer de Campo Grande. O equipamento, um dos mais modernos do mundo, vai permitir que o hospital preste atendimento de melhor qualidade aos pacientes.

Segundo o presidente do Onça Pintada, Rodrigo Machado, com a entrega da nova unidade móvel o Grupo poderá não só aumentar a quantidade de atendimentos, mas também a qualidade. Ele disse que em 16 anos de existência, o Onça Pintada já fez mais de 54 mil atendimentos, 8 mil exames de ultrassom e 6 mil mamografias. O foco é a prevenção e o tratamento do câncer da mama e do colo do útero.

E neste fim de semana o micro-ônibus já vai pegar a estrada. No sábado (10.6), estará atendendo os moradores de Antonio João, município a 393 quilômetros de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. Na unidade móvel viaja a equipe composta por motorista, eletricista, médico, assistente social, profissional de enfermagem, funcionário administrativo e uma auxiliar. Rodrigo Machado, destacou que, com a nova unidade móvel, será possível agilizar o atendimento às pacientes.

O autor da emenda que garantiu a liberação dos R$ 300 mil para aquisição da unidade móvel, deputado Paulo Corrêa, lembrou que ajudou a criar o grupo Onça Pintada, depois que perdeu a mãe por causa de câncer, quando ela tinha 46 anos. Ao participar da solenidade de entrega da nova unidade móvel, o deputado agradeceu o governador pela parceria e também a primeira-dama, Fátima Azambuja, que viabilizou próteses mamárias para as mulheres que perderam o seio por causa do câncer. “Para alguns pode parecer nada, mas para as mulheres que tiveram que ‘esvaziar’ os seios, a prótese tem uma importância grande, até para a autoestima”, afirmou.

Com a chegada do micro-ônibus, segundo Rodrigo Machado, o ônibus usado para os atendimentos passará a ser utilizado para o deslocamento aos locais mais próximos da Capital. Ele contou que nesses 16 anos de existência do Grupo Onça Pintada, o ônibus percorreu 1,3 milhão de quilômetros em 60 dos 79 municípios do Estado. O Grupo também presta atendimento em sua sede no bairro Jardim Leblon, em Campo Grande. Segundo o seu presidente, isso é feito a cada 40 dias, quando são atendidas de 130 a 150 mulheres. Além das consultas, são oferecidos à população exames de mamografia e ultrassonografia.