Homilia foi acompanhada por cerca de 25 mil pessoas

Papa Francisco durante Missa de Pentecostes, no Vaticano – Foto: ANSA

O papa Francisco celebrou neste domingo (9), na Praça São Pedro, Vaticano, a Missa de Pentecostes, que comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo e Maria.

Em sua homilia, presenciada por 25 mil pessoas, o líder da Igreja Católica afirmou que o mundo hoje é marcado por “desarmonias” e “divisões”. “Há quem tenha muito e quem não tenha nada, há quem tente viver 100 anos e quem não pode vir à luz. Na era dos computadores, se está distante”, disse.

Segundo Francisco, existe a tentação de se “construir ninhos” e se fechar “dentro do próprio grupo e das próprias preferências”. “O similar com o similar, alérgicos a qualquer contaminação. Do ninho à seita o caminho é curto, até dentro da Igreja”, acrescentou.

O Papa ainda disse que está “na moda” insultar e adjetivar, se esquecendo do “substantivo das coisas”. “Depois percebemos que faz mal, tanto a quem insultou como a quem insulta. Os homens espirituais respondem à arrogância com suavidade, à maldade com bondade, ao barulho com silêncio, às fofocas com oração”, afirmou.

Da AnsaFlash