Coronavírus: Famasul doa 10 mil máscaras para população mais vulnerável de MS

Entrega das máscaras foi nesta segunda-feira, na governadoria – Foto: Saul Schramm

A Federação de Agricultura e Pecuária (Famasul) doou 10 mil máscaras de tecido que serão distribuídas pela Secretaria de Estado de Saúde para a população mais vulnerável de Mato Grosso do Sul. O presidente da entidade, Maurício Saito, fez a entrega nesta segunda-feira (6.7) na governadoria.

“A partir do momento que o Estado determinou o uso obrigatório de máscaras, nós, que já estávamos confeccionando esse equipamento de proteção individual, aumentamos a confecção exatamente para poder contribuir com a sociedade sul-mato-grossense”, contou Saito.

Os equipamentos foram recebidos pelo governador Reinaldo Azambuja e pelos secretários Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Geraldo Resende (Saúde) e Felipe Mattos (Fazenda) e pelo secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Ricardo Senna.

De acordo com Geraldo Resende, as máscaras serão entregues para quem mais precisa. “Serão destinados às populações mais vulneráveis. Já tivemos doações de outras empresas. A população indígena foi contemplada. Temos aí setores da agricultura familiar, principalmente os assentados, precisam ter acesso a essas máscaras. Então, vamos trabalhar para que elas sejam destinada a prover condições para que as pessoas evitem ser contaminadas, usando máscaras aliada ao isolamento social e as regras de higiene, lavando as mãos e usando álcool em gel”, explicou.

Ele disse ainda esperar que o gesto da Famasul seja repetido por ainda mais entidades. “Temos uma grande gratidão a todas as entidades e empresas que colaboraram para que nós do Estado, junto com prefeitos e prefeitas e secretários e secretárias enfrentássemos a Covid-19 aqui em Mato Grosso do Sul. O sucesso que tivemos até agora foi essa construção da unidade e dessa rede de solidariedade que nos proporcionou termos instrumentos adequados para enfrentar a doença em Mato Grosso do Sul. A Famasul dá uma contribuição bastante exemplar. Espero que esse exemplo seja contagioso para que ainda mais empresas nos ajudem doando equipamentos, insumos, máscaras, para que Mato Grosso do Sul seja uma referência no enfrentamento da doença”, acrescentou.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui