Dados do Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC), apurado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), mostram que o empresário do comércio de Campo Grande segue confiante, mesmo diante do início de ano difícil. Em março, o ICEC alcançou 136,5 pontos, ante os 136,1 pontos em fevereiro, um aumento de 0,3%. Em relação ao mesmo período de 2019, há uma redução de -3,6%.

“No período de coleta dos dados ainda não havia eclodido a crise no Brasil, com os casos do coronavírus, então é possível que sintamos esse impacto no próximo mês. Segundo pesquisa que realizamos, há uma previsão de que em um mês o Covid-19 tenha um impacto superior a R$ 300 milhões na economia do Estado”, afirma a economista do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF-MS), Daniela Dias.

Segundo a pesquisa, para 51,6% dos empresários ouvidos a condição atual da economia brasileira melhorou um pouco. Para 53,6%, tanto as condições atuais do setor, como as condições atuais da empresa também melhoraram um pouco. Sobre a expectativa da economia brasileira, 50,4% acreditam que vai melhorar um pouco e 46,5%, que vai melhorar muito.

Confira aqui a pesquisa na íntegra.

Governo de MS - CORONAVÍRUS