Aprovada pelo segunda vez, Edilane Bento exibe o termo de posse assinado nesta sexta-feira – Foto: Luiz Radai

Depois de abrir mão do concurso realizado em 1998, Edilane de Oliveira Bento era só felicidade na manhã desta sexta-feira (20), após tomar posse na vaga pura conquistada para ministrar aulas de Pedagogia em três Ceims, os Centros de Educação Infantil, que oferecem a oportunidade de iniciação do aprendizado às crianças dos bairros de Dourados.

Antes disso, Edilane já passou por outro concurso, em 2014, realizado para a vaga de Educação Física na Rede Estadual de Ensino, e viveu ainda uma temporada de 12 anos, com o marido Oscar, em Lisboa. Foi na capital portuguesa que nasceu o casal de filhos, e agora a família comemora essa inserção da professora no quadro de servidores efetivos do Município.

“Vitória”. Essa foi a definição dada por Edilane de Oliveira depois de assinar o termo de posse, na última fase de admissão dos 318 aprovados em concursos realizados pela Prefeitura e que possibilitam, enfim, a regularização do ano letivo na Rede Municipal de Ensino. Ela disse ainda que a segurança do concurso, aliada com o fator econômico, completa um ciclo.

Desafio

Na outra ponta dessa história que a Educação escreve em Dourados, Eliane Melo, casada e mãe de duas meninas, decidiu trocar os 15 anos de experiência na Saúde do Município por uma vaga como intérprete de Libras, depois de vários cursos realizados para assimilar a Língua Brasileira de Sinais.

Professora de apoio na escola estadual Floriano Viegas Machado, Eliane conta que concluiu o curso de Libras na UFGD neste início de ano, a tempo de assumir o curso, depois de várias etapas de capacitação nessa área. “Fui incentivada por várias pessoas e ao mesmo tempo vou poder exercitar, na prática, esse ato de ajudar mais pessoas”, definiu a intérprete.

Na casa dela, por enquanto, o clima também é de expectativa, afirma a professora. “As meninas acham divertido, diferente, quando me veem atuando como intérprete, querem imitar e também começam a aprender alguns sinais”, relata Eliane, ela também em ritmo de ansiedade com o novo desafio assumido.

Normaliza

A posse de 318 professores aprovados em concurso público vai possibilitar, segundo o secretário municipal de Educação, Upiran Jorge Gonçalves da Silva, a normalização do funcionamento do ano letivo, iniciado em 15 de fevereiro em Dourados. “Com a posse desse grupo, a carência de professores na rede municipal está praticamente resolvida; agora, com pequenos ajustes que eventualmente se façam necessários, vamos ao ritmo normal”, disse.