Documento publicado nesta terça-feira (31) detalha fluxos, adequação de instalações e normatiza procedimentos

O Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) é uma das referências na macrorregião para o atendimento hospitalar de pacientes graves acometidos por COVID-19. Diante da necessidade de contenção da contaminação do COVID-19 e da necessidade de suporte hospitalar para pacientes críticos, a gestão do hospital publicou nesta terça-feira (31) o Plano de Contingência elaborado pelo Comitê de Gerenciamento de Crise da instituição.

Com as propostas de adequação de espaço físico e o estabelecimento de protocolos, normas e procedimentos, o plano visa otimizar a força de trabalho assistencial, bem como garantir a adequada segurança dos profissionais que estarão à frente dos atendimentos ao COVID-19.

O documento detalha os fluxos para atendimento aos pacientes que chegarem ao HU-UFGD, seja via regulação ou por demanda espontânea, especialmente porque o hospital é também a única referência na macrorregião para gestação de alto risco, UTI neonatal, UCI neonatal, UTI pediátrica, e possuir porta de urgência e emergência na linha materno-infantil.

O Plano de contingência está dividido em duas fases, sendo a fase inicial deflagrada a partir da ocorrência de casos suspeitos de contaminação por COVID -19 no hospital. Pelo plano, a capacidade hospitalar instalada para a Contingência COVID-19 é de 180 leitos, sendo 26 leitos destinados a pacientes em isolamento.

Para conhecer todo o Plano de Contingência COVID-19, bem como os fluxogramas de atendimento dos casos suspeitos e confirmados, acesse o Boletim de Serviço n. 216 (e anexos) do HU-UFGD, disponível em http://www2.ebserh.gov.br/web/hu-ufgd/superintendencia/boletins-de-servico/2020

Faça sua parte

É importante ressaltar que as orientações sobre quando e onde procurar ajuda permanecem as mesmas. Se você está com coriza, fique em casa. Se tiver coriza e febre, permaneça em casa mas observe outros sintomas. Se estiver com coriza, febre e tosse, vá à Unidade de Saúde do seu bairro. Se apresentar coriza, febre, tosse e falta de ar, procure um hospital ou a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA).

Assembleia_Mais ALEMS