Depois da vitória por 3 a 1 na decisão da Copa América, a Seleção Brasileira volta a enfrentar a equipe do Peru, em partida amistosa que será disputada no início da madrugada desta quarta-feira, no Los Angeles Memorial Coliseum, na cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos. O time dirigido por Tite vem de empate diante da Colômbia na última sexta-feira, em Miami, enquanto a seleção peruana foi derrotada pelo Equador, em jogo também realizado nos Estados Unidos, pela Data Fifa.

Brasileiros e peruanos podem encontrar um gramado bastante irregular, principalmente pela realização, neste final de semana, no estádio, de uma partida do futebol americano universitário.

Na Seleção Brasileira, o técnico Tite parece disposto a fazer mudanças na equipe que empatou com a Colômbia. A intenção do treinador é observar vários dos convocados para que possa avaliar quem tem condições de integrar a equipe nas próximas competições oficiais, como as eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022.

Mas o treinador brasileiro preferiu o mistério e não divulgou a equipe que inicia a a partida, apenas sinalizando a manutenção da base do time que empatou com a Colômbia.

“Oportunizar é sim uma possibilidade grande de acontecer. Sabendo da grandeza do jogo, de repetir final de Copa América, em manter estrutura básica, mas com modificações sim. Mas não vou falar quais vão ser. Quero manter a estrutura da equipe, para um reencontro com a devida competitividade. Pode ser em torno de quatro atletas. Não muda a defesa inteira, o meio inteiro, o ataque inteiro. Busco manter estrutura para o jogador entrar com confiança,” disse Tite nesta segunda-feira.

A tendência é que a defesa sofra algumas alterações com as entradas dos laterais Fagner e Jorge nas vagas de Daniel Alves e Alex Sandro. Existe também a possibilidade de que o desgastado Thiago Silva ceda seu lugar para Militão.

No meio de campo, Allan poderia ganhar uma oportunidade na vaga de Arthur, enquanto o atacante David Neres ocuparia o lugar de Richarlison. O atacante Neymar, que voltou ao time e recebeu elogios da comissão técnica por sua atuação, tem presença garantida na equipe.

O técnico Ricardo Gareca não esquece a derrota sofrida na final da Copa América e pretende adotar um esquema cauteloso contra o Brasil. Sem Paolo Guerrero, liberado para defender o Inter nas finais da Copa do Brasil, o treinador pretende fortalecer o sistema defensivo. Os meias Gabriel Costa e Édison Flores terão a missão de ajudar os laterais Advíncula e Trauco no confronto com os atacantes brasileiros, e ainda terão a obrigação de se tornarem a primeira opção de ataque quando o time inca estiver com a bola.

O comandante argentino também confirmou a volta do meia Yotún e que dará uma nova chance a Cueva, que decepcionou na derrota para o Equador.

Ficha Técnica
Brasil x Peru

Local: Los Angeles Memorial Coliseum, em Los Angeles (EUA)
Data: Quarta-feira, 11/09/2019
Horário: 00:00 (de Brasília)
Arbitragem: Não divulgado

BRASIL: Ederson; Fagner, Marquinhos, Thiago Silva (Militão) e Jorge; Casemiro, Arthur (Allan) e Philippe Coutinho; Richarlison (David Neres), Neymar e Roberto Firmino
Técnico: Tite

PERU: Gallese, Advícula, Zambrano, Abram e Jorge Trauco; Tapia, Yotún, Cueva e Costa: Flores e Ruidiaz
Técnico: Ricardo Gareca

Da Gazeta Esportiva