E a temporada de negociações de soja brasileira não está em seu curso normal. Uma série de fatores está travando as vendas do grão brasileiro. Enquanto isso, nos Estados Unidos, as lavouras estão em um ritmo abaixo do comum.

Segundo a jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas “As nossas vendas estão um pouco mais atrasadas este ano, por conta de uma série de fatores. O atraso do desenvolvimento das lavoura norte-americanas, e um dólar mais baixo com o tabelamento dos fretes faz com que haja muita incerteza entre os produtores brasileiros, que evitam novos negócios na expectativa de garantir oportunidades melhores de comercialização um pouco mais adiante. Além disso, os custos mais altos de produção desta safra 2019/2020 acabam deixando os produtores com decisões difíceis de serem tomadas e ele acaba, portanto, adiando mais essas decisões”.