Núcleo de Operações e Controle da Sanesul – Divulgação/Sanesul

Em Dourados, R$ 243 milhões investidos. Mais água de qualidade com a construção de reservatórios e melhorias no abastecimento. E mais, novas estações de tratamento de esgoto e expansão da rede coletora para mais saúde e sustentabilidade.

A Sanesul completa 40 anos de trabalho no setor de abastecimento de água potável e de coleta e tratamento de esgoto. Atualmente, produz bilhões de litros de água por mês para os 68 municípios e 60 distritos onde opera, e mantém um grande plano de investimento que vai garantir novas obras e ampliação do atendimento nessas localidades. Este ano, a Sanesul está convidando todos os sul-mato-grossenses para conhecerem a sua estrutura, os serviços, as obras e as metas de melhorias na captação, tratamento e distribuição de água, e na ampliação da rede e tratamento de esgoto.

A campanha ‘Saneamento é básico. É qualidade de vida que a Sanesul leva até você’, convida a todos para conhecer o tamanho da força e determinação dessa empresa que trabalha diariamente para promover o saneamento básico nas cidades onde atua. A Sanesul está, todos os dias, o tempo todo, na vida de milhares de sul-mato-grossenses. Cada gota de água que sai das torneiras das casas de moradores dos municípios onde opera é de responsabilidade da Sanesul. Para que isso aconteça de forma eficiente e responsável, há uma equipe enorme de profissionais trabalhando por traz desse processo tão complexo do saneamento. Hoje, a empresa possui cerca de 1.500 funcionários lotados entre as 10 regionais, sede administrativa e em obras em execução.

Produzir água potável requer grandes investimentos para construir as Estações de Tratamento (ETAs), comprar os insumos necessários para purificá-la, além de manter os laboratórios que garantem que as normas de qualidade estão sendo cumpridas. Para controle dos padrões de potabilidade, são 11 laboratórios sendo um central em Campo Grande e outros 10 nas regionais, instalados nas cidades de: Aquidauana, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas. Juntos, processam mais de 8 mil análises microbiológicas e físico químicas/mês.

Também é preciso usar a tecnologia. No Núcleo de Operações e Controle, por meio de telemetria (sistema tecnológico de monitoramento), a Sanesul consegue acompanhar em tempo real todo o sistema de abastecimento de água nos municípios de Dourados, Corumbá, Ponta Porã, Três Lagoas, Maracaju e do distrito de Vista Alegre.

Nesses 40 anos, a empresa conseguiu universalizar o fornecimento de água de qualidade nos locais onde opera. A meta agora é trabalhar para a universalização do esgotamento sanitário nesses municípios. Por isso, há novos investimentos para implantar mais redes coletoras, sistemas de supervisão e controle operacional, e Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs).

É compromisso do Governo do Estado, por meio da Sanesul, expandir cada vez mais os serviços de saneamento. Na prática, todo investimento no saneamento básico do município melhora a qualidade de vida da população e garante a proteção ao meio ambiente urbano, ao mesmo tempo em que gera emprego e renda para os moradores da cidade. Universalizar o saneamento condiciona resultados positivos para todos.

Sanesul é sinônimo de água tratada e de qualidade nas torneiras de milhares de casas de sul-mato-grossenses. É esgoto coletado e tratado. É responsabilidade social que promove a prevenção de doenças e garante melhor qualidade de vida da população.