Rotatória em construção nas proximidades do terminal rodoviário de Caarapó – Foto: Divulgação

A área de infraestrutura da prefeitura de Caarapó está desenvolvendo um plano reordenamento do trânsito da cidade. A iniciativa consiste na implantação de projeto de sinalização das vias públicas, com instalação de placas indicativas, alteração de vias preferenciais e pintura e construção de faixas elevadas de pedestres e de rotatórias em pontos estratégicos. Novos estacionamentos também estão sendo construídos na cidade de Caarapó.

Na terça-feira (20), a prefeitura iniciou a construção de uma rotatória no cruzamento da Rua Dr. Coutinho com a Rua Manoel Ferreira de Araújo, na região do terminal rodoviário. “Esse é um local de grande fluxo de veículos e essa obra vem para atender solicitação antiga da população, tanto para mim como para os vereadores do município. Mais um pedido atendido”, destacou André Nezzi.

Paralelamente, seguem outras obras de regulação do trânsito, como as faixas elevadas de travessia de pedestres, que também servem de redutores de velocidade, construídas de acordo com regras do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Conforme o chefe do Poder Executivo municipal de Caarapó, as faixas estão sendo implantadas, prioritariamente, defronte aos templos religiosos e às escolas – duas delas foram construídas defronte à Igreja Matriz Senhor Bom Jesus e ao templo central da Congregação Cristã no Brasil.

As rotatórias têm, entre outras funções, a de agilizar o trânsito em cruzamentos estratégicos de grande fluxo. Porém – como observa André Nezzi – a principal função da rotatória é oferecer mais segurança a quem trefega pela via, sendo indispensável a redução da velocidade. “A preservação da vida vem em primeiro lugar, daí o nosso esforço em realizar as obras de prevenção de acidentes, como as rotatórias devidamente sinalizadas que estamos implantando”, pontua o prefeito.

André Nezzi disse ainda que o setor de infraestrutura do município está avaliando a implantação de outros empreendimentos dessa natureza em outros locais estratégicos, atendendo demandas dos moradores e da Câmara Municipal. “Conforme a nossa disponibilidade de caixa, aos poucos vamos conseguindo suprir essas necessidades”, concluiu.