• Por Gilclér Regina

Algum tempo atrás escrevi uma crônica falando dos meus tempos de adolescente e fazia alusão ao tema da matéria então dizendo que homem feio se casava ou namorava com mulher bonita. Claro que eu me referia a “zona de conforto” do bonito, que tinha excesso de ofertas, o bonitão com a “mulherada” dando em cima, escolhia tanto que ficava sem nenhuma.

Bom, a matéria fez muito sucesso, muita gente retornou, foi publicada em muitos veículos e me motivou a pedido de um amigo meu, jornalista e dono de um jornal para o qual escrevo há anos, sobre mostrar o outro lado: O QUE É SER BONITO?

Quem não gostaria de ser mais bonito? Se você perguntar a 100 pessoas se há algo que elas gostariam de mudar no corpo, pode ter certeza de que 99 diriam “sim”. E a que falasse “não” estaria mentindo.

Fiquei pensando nessa história de SER BONITO.  Pois é, por mais que a sociedade valoriza o externo, o mundo fashion, a escultura do corpo, quero aqui mostrar o outro lado. O bonito é o sorriso de uma pessoa, é o olhar sereno, é a conversa mansa, é a credibilidade passada, é o sentimento verdadeiro de uma amizade, é apostar no outro de qualquer forma.

Tempos atrás, indo para uma palestra, vi um homem pedindo ajuda no semáforo, um homem com aparência judiada pela vida difícil e pobre e o motorista do caminhão lhe deu um pacote de presente.

Fiquei mesmo emocionado ao ver aquele “senhorzinho” faltando dentes na boca sorrindo de alegria pelo que tinha acabado de receber, o mesmo, acredite, beijou a lataria do caminhão e ergueu os braços aos Céus agradecendo o presente.

E voltemos AO BONITO. Quantas vezes estamos com tudo, com fartura, com riqueza e ficamos constantemente reclamando da vida? Foi naquele dia que fiz a frase: “Aquilo que você reclama é a prece de alguém”.

E entendi que o MAIS BONITO de um ser humano passa por esta outra frase que fiz: “Mais importante que o tamanho das roupas que você usa é o tamanho do sorriso que veste o SEU ROSTO e a SUA ALMA”.

Em geral, a beleza natural é formada geneticamente e não pode ser artificialmente criada — mas pode ser melhorada. Em outras palavras, se alguém não é naturalmente bonito, sua aparência pode ser melhorada, mas essa pessoa nunca será realmente deslumbrante, se não tiver humildade, um brilho sincero no olhar e um coração leve para as coisas difíceis da vida.

A beleza externa compreende coisas como corte de cabelo, comprimento, cor do cabelo, formato e cor dos olhos, estrutura corporal, estrutura óssea, físico, traços etc.

A beleza interna, tenha a pessoa uma genética que o torna muito bonito na aparência externa ou não, sua verdadeira beleza estará na atitude, na personalidade, na disposição, na sua boa educação e cordialidade. E para isso, não precisa ser capa de revista e mesmo que seja, o que mostrará sua verdadeira beleza não será o que mostra por fora.

Qual a diferença entre ser bonito e ser atraente? A beleza é uma imagem física pura e natural. Ela pode ser herdada, feita através de cirurgia ou até mostrada para os outros via Photoshop. É associada a características físicas.

Ser atraente é algo que vem de dentro para fora.  Isso é desenvolvido e evolui ao longo do tempo com educação e comportamento. Ela é imune à idade. Nós podemos alterar a nossa aparência com maquiagem e cosméticos. Podemos manipular nossos corpos e cabelo com roupas, tatuagens e acessórios. Mas a aparência é apenas uma parte da equação.

Então, o que faz uma pessoa ser realmente bonita? De todos os elementos necessários para ser alguém realmente atraente, a beleza física é só um deles. O segredo verdadeiro é um ser humano ser verdadeiramente humano, é ter orgulho de quem você é, de como se mantém, de como se arruma, de como trabalha sua autoestima, em resumo, SER BONITO é ter habilidade de trazer pessoas para perto da gente.

Pense nisso, um forte abraço e esteja com Deus!

  • Gilclér Regina

P A L E S T R A S: www.gilclerregina.com.br