Vista aérea da área experimental comandada pelo professor Luiz Carlos – Assessoria

Agricultores, agrônomos e demais profissionais da área estão convidados para participar de um dia de campo especial na Fazenda Experimental de Ciências Agrárias da UFGD. No dia 7 de fevereiro de 2020, será realizada a comemoração dos 10 anos da implantação do experimento de pesquisa “Avaliação de sistemas de produção de grãos de soja e milho com ênfase na rotação de cultura em plantio direto”.

O pesquisador responsável pela área é o professor Luiz Carlos Ferreira de Souza, docente da Faculdade de Ciências Agrárias (FCA/UFGD). Esta pesquisa busca encontrar formas de melhorar a produtividade das lavouras de soja e de milho na safra de verão, utilizando cultivares alternativos na safra de inverno. Entre as opções de plantas para cultivo no inverno estão a aveia branca e a aveia preta, a rama forrageira, o milheto, níger, cártamo e crotalárias.

De acordo com o professor, a pesquisa vem demonstrando que há grandes benefícios em realizar a rotação de culturas, com aumentos de produtividade de até 500%. Isso porque a técnica de plantio direto associado com a rotação de culturas diversificadas aumenta a qualidade do solo, diminui o índice de certas pragas – especialmente neumatóides e, consequentemente, impacta positivamente na produtividade das safras de verão.

O dia de campo neste dia 7 de fevereiro irá iniciar às 8 horas, e será uma oportunidade para produtores e profissionais da área conhecer os resultados desses 10 anos de pesquisa. Para chegar à Fazenda é necessário seguir na estrada que conduz à Unidade 2 da UFGD, seguindo por 7 quilômetros na direção da rodovia 463 (que leva a Ponta Porã). Antes de se chegar à rodovia, há uma placa indicando a FAECA à direita, percorrendo 3,8 km.

Deputado Zé Teixeira