Instituições de diferentes setores estão se manifestando em favor do distanciamento social

De acordo com a Universidade John Hopkins, dos Estados Unidos, 2,5 bilhões de pessoas estão em algum tipo de isolamento por causa da pandemia do Covid-19. Isso significa que mais de um terço da população está em quarentena, dentro de casa ou em isolamento em locais determinados.

A instituição ainda estima que mais de 492 mil pessoas, em todos os continentes, estejam infectadas com o novo coronavírus. De acordo com a AFP – Agence France-Presse, mais de 68 mil pessoas já morreram vítimas do vírus no mundo. No Brasil, grande parte dos Estados aderiram à quarentena, permitindo que somente os serviços essenciais continuem uma rotina ativa.

Pensando na grande quantidade de pessoas dentro de casa, grandes marcas decidiram disponibilizar parte dos seus serviços de forma gratuita ou ainda oferecer descontos para auxiliar a população em diferentes situações, veja:

Sky. A empresa de serviços de telecomunicações abriu sinal mais de 90 canais pagos para seus clientes terem mais opção de acesso à informação e conteúdo durante a quarentena. Entre os temas dos canais, estão conteúdos de notícias, esportes, infantis, filmes e séries.

Harvard. Universidade privada de Harvard, situada na cidade de Cambridge (EUA), está oferecendo 100 cursos em 14 áreas distintas: artes e design, negócios e gestão, ciências da computação, governo, leis e política e outros. Todos eles foram liberados pela universidade para ser feitos gratuitamente pela internet com certificado ao final.

Senai. O Serviço nacional de aprendizado industrial (Senai) também se envolveu e está disponibilizando 15 cursos capacitantes gratuitamente em áreas que incluem TI, finanças, empreendedorismo e outros.

Banco BMG. Os impactos econômicos provocados pela Covid-19 são evidentes. Por isso, o grupo financeiro passa a oferecer a todos os clientes, que usam cartão de crédito BMG, 10% de desconto nas compras feitas em farmácias e drogarias por dois meses. Além disso, em respeito ao público, a instituição fechou pontualmente as lojas da franquias help!

Globo Play. O serviço de streaming da Rede Globo liberou, por 30 dias, vários títulos para entretenimento de quem não é assinante. É possível ter acesso, por exemplo a todas as temporadas de Malhação e  muitos conteúdos infantis para todas as idades.

Homa. O serviço de mentoria online, Homa Design de serviços, também está oferecendo mentoria gratuita para pequenos negócios e empreendedores desenvolverem a habilidade de navegar em cenários incertos como o da pandemia.

Deputado Zé Teixeira