Fábio Luís da Silva, diretor do Imam, destacou a estruturação do Plano Municipal de Arborização com a participação da comunidade - Assecom
Fábio Luís da Silva, diretor do Imam, destacou a estruturação do Plano Municipal de Arborização com a participação da comunidade – Assecom

Com uma ampla programação, que incluiu a audiência pública ‘Plano Municipal de Arborização’, a XVII Semana do Meio Ambiente e a XX Eco Dourados trouxeram debates de grande relevância na estruturação de práticas de preservação das riquezas naturais do município. As atividades, com o tema “Meio Ambiente, Urbanização e Sustentabilidade”, foram iniciadas no dia 02 de outubro e encerradas nesta quarta-feira (04).

O diretor do Imam, Fábio Luís da Silva, destacou que os encontros com a participação da comunidade científica, acadêmica e sociedade são fundamentais na construção ações eficazes para proteger e promover o meio ambiente.

Nesse aspecto, ele ressalta ainda sobre os importantes direcionamentos obtidos com a audiência pública. Ele cita que a gestão Délia Razuk buscou a integração com a sociedade para o projeto desde o princípio para ações democráticas e melhor elaboradas.

“Todas as ações foram de extrema importância e destaco o debate do Plano Municipal de Arborização, o qual temos buscado estruturar desde o inicio com a participação da comunidade. Foi muito positivo e em breve acontecerão outros encontros para divulgarmos os próximos encaminhamentos”, explicou.

O diretor explica que acontecerá o primeiro diagnóstico da arborização em Dourados e relatórios serão catalogados também nas primeiras etapas do plano.

Projetos para espaços públicos como parques, praças e unidades de conservação foram enfatizados nos minicursos. Fábio cita que o Instituto atua dentro do foco da Prefeitura de Dourados para trabalhar de forma a envolver o cidadão nos cuidados com o meio ambiente em práticas diárias e ainda como “agente transformador” quando inseri outras pessoas em ações neste intuito ou leva a mensagem para a comunidade.

Nesta edição do evento, ocorreu a entrega do Troféu Marco Verde. O prêmio contempla instituições públicas ou privadas que tenham se destacado com trabalhos ou ações de preservação ambiental em 2016.

O curso de Gestão Ambiental da UFGD foi premiado com o Marco Verde. Ressaltou-se que todas as disciplinas do curso têm sido ministradas levando em consideração problemas ambientais locais em busca de apontar soluções. O destaque foi para a disciplina de Projeto Integrado desenvolvida dentro da abordagem em Sistema PDCA.

Sônia Vasconcelos, diretora-adjunta da escola municipal Neil Fioravanti – CAIC, também foi contemplada com o Marco Verde. A participação da profissional tendo em vista o envolvimento da comunidade do entorno da escola no movimento de preservação do córrego Paragem, bem como na implantação do parque linear ao entorno do córrego foi motivaram a homenagem.

Ela participou ainda das seguintes atividades: implantação do projeto escola sustentável e a instalação da estação de captação de água da chuva na escola; inserção de representação da Educação Básica no Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Ivinhema; incentivo às ações em favor de um meio ambiente limpo e saudável; efetivação de ações da Comissão do Meio Ambiente e Qualidade de vida na escola e ainda buscou parcerias com Universidades e profissionais da área para capacitação e orientação dos profissionais da escola para uma efetiva Educação Ambiental na instituição.