Equipe da coordenação da campanha discute detalhes do mutirão de limpeza – Divulgação

A Prefeitura de Caarapó está começando um grande mutirão de limpeza na intenção de controlar as infestações do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya, zika vírus e febre amarela, e para controlar a proliferação do caramujo africano e o escorpião. A coordenação é da Secretaria Municipal de Saúde, com participação do Comitê Municipal de Combate à Dengue e da Secretaria Municipal de Governo e Infraestrutura.

Os proprietários e responsáveis pelos imóveis deverão fazer a poda de árvores, limpeza em geral, especialmente tudo o que possa servir de criadouro do mosquito da dengue ou abrigo para caramujos e escorpiões. Esse material deve ser deixado na frente ao imóvel para ser recolhido gratuitamente pela prefeitura. A orientação é que esse trabalho deve ser realizado no período estipulado pelos organizadores do mutirão (veja mapas abaixo). Depois da coleta pala prefeitura, o morador não poderá mais retirar entulhos ou outros materiais inservíveis, sob pena de ser autuado e multado.

Par facilitar a realização dos trabalhos, a cidade foi dividida em dois setores. No Setor 1, os moradores deverão retirar entulhos e outros tipos de materiais inservíveis até o dia 20 de outubro. De 21 de outubro a 8 de novembro, a prefeitura fará a coleta desse material.

No Setor 2, a retirada do material por parte dos moradores deverá ocorrer de 4 a 17 de novembro. A prefeitura fará a coleta do material a partir de 18/11. “É importante que a população entenda que a cidade foi dividida em dois setores, sendo que no período em que estivermos realizando o mutirão no setor de nº 1, não deverá ser feita a retirada de materiais no setor nº 2. Estaremos visitando os imóveis para divulgação, orientações, ou seja, iremos avisar as datas de início da limpeza no setor 2”, explica Ivo Benites, da equipe de coordenação da campanha de limpeza.

Benites explica que o Setor 1 abrange toda a área do ESF II, Cirila Mareco, na Vila Setenta e toda a área do ESF IV da Vila Jary, contemplando os seguintes bairros: Vila Setenta, Jardim Aprazível, Jardim aprazível II, Eco Park Residence, Residencial Eliel, Santa Marta, Santa Marta II, Vila Jary, Vila Jatobá, Jardim Moriá, Jardim Adonai I, Jardim Capilé e parte do centro da cidade. O Setor 2 abrange o restante da cidade, excluída a área do Setor 1.

“Pedimos a compreensão e a colaboração de todos no sentido de cumprir a programação, a fim de que possamos realizar um trabalho a contento, deixando a nossa cidade limpa e livre das doenças causadas pelo mosquito Aedes aegypti”, conclama Ivo Benites.