Neste sábado, o Secretário Geral da CBF, Walter Feldman, voltou a falar sobre as mudanças no futebol brasileiro por conta da pandemia do Covid-19. Em entrevista à Rádio Bandeirantes de Porto Alegre, o dirigente rechaçou mudar a fórmula do Campeonato Brasileiro de 2020 e adequar o calendário ao europeu.

Com os jogos suspensos por tempo indeterminado, os estaduais podem ocupar datas e inviabilizar o Brasileirão de pontos corridos com 38 rodadas quando a bola voltar a rolar. Ainda assim, Feldman nega que a fórmula da competição será alterada.

“A mudança de fórmula do Campeonato Brasileiro está descartada”, pontuou. “O desejo nosso, expresso pelo presidente Caboclo, é que a gente possa encontrar datas para os estaduais serem encerrados”, complementou o Secretário Geral.

Para solucionar o problema de datas, há quem sugira adequar o calendário brasileiro com o europeu. Feldman, entretanto, também mostra que a CBF é contra esta medida.

“Não existe a possibilidade do calendário do futebol brasileiro ser adequado ao do futebol europeu”, declarou.

Ainda na mesma entrevista, Walter Feldman afirmou que a previsão da entidade máxima do futebol brasileiro é que as atividades retornem entre maio e junho. Segundo ele, entretanto, trata-se de um prognóstico, que pode mudar, dependendo de como a epidemia do Covid-19 se propague no país.

Da Gazeta Esportiva

Anúncios de Sucesso no Instagram - Manual Completo Para Anunciantes Obterem O Máximo Do Instagram Gastando O Mìnimo