Professor Biasotto e procurador Marco Antônio foram homenageados   

Elias Ishy e Wilson Biasotto durante entrega de homenagem – Foto: Thiago Morais

A Câmara de Dourados realizou nesta quarta-feira (04) a sessão solene de entrega de títulos e honrarias. Na ocasião, personalidades do município foram homenageadas, entre elas as indicadas pelo vereador Elias Ishy (PT), o de Cidadão Douradense para o procurador da República Marco Antonio Delfino de Almeida, que devido a uma agenda foi recebido pela sua esposa, Rosemary Vasconcellos Gomes de Almeida e o de Honra ao Mérito Legislativo ao professor Wilson Valentim Biasotto.

O procurador nasceu na cidade de Corumbá (MS) e é um dos 22 negros neste cargo no país – o que representa apenas 2% do total de 1.157 procuradores. Foi auditor fiscal, mas se interessou em ser membro do MPF (Ministério Público Federal). Formou-se em Direito em 2003. Passou no concurso para a Promotoria em 2004. Foi para Altamira (PA), a cidade mais violenta do Brasil segundo o Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), e, dois anos depois, retornou ao seu estado, ficando baseado aqui em Dourados, próximo à fronteira com o Paraguai, região marcada por conflitos fundiários.

Além de ser especialista em Direito Constitucional, também é Mestre em Antropologia Social e Doutorando em História Indígena pela UFGD – Universidade Federal da Grande Dourados.  Tem em nossa cidade uma atuação profissional e acadêmica, segundo o vereador, bem em harmonia com lutas do mandato, na proteção e reparação de violações de Direitos Humanos de Povos Indígenas, Comunidades Quilombolas e Populações Tradicionais, além da proteção ao Meio Ambiente com enfoque na questão dos agrotóxicos.

Já Biasotto chegou a Dourados em 1974 para lecionar no Campus de Dourados da UEMT – Universidade Estadual de Mato Grosso, atualmente Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Em março de 2019 ele completou 45 anos no município, dedicados à Educação, à Cultura, ao Sindicalismo, a Projetos Sociais e ao crescimento político e econômico de nossa cidade.

Em janeiro de 2001 assumiu uma vaga de vereador na Câmara Municipal de Dourados, tendo exercido por dois anos a liderança do governo nesta Casa de Leis. Além do árduo trabalho de líder do governo, Biasotto apresentou centenas de indicações e Projetos de Lei. Entre as aprovadas, destacam-se a que acabou com o voto secreto, sendo a primeira aprovada em Mato Grosso do Sul e uma das pioneiras no Brasil, garantindo a transparência das ações legislativas.

Ainda como Secretário de Governo, Biasotto intermediou ou contribuiu em grandes realizações do governo municipal, como a retomada da construção do Centro Administrativo Municipal; a implantação do shopping; Organização do Orçamento Participativo; aplicação dos recursos federais, principalmente nas grandes obras de asfalto; implantação do Hospital Universitário; implantação da Universidade Federal da Grande Dourados, portanto, uma atuação firme e decisiva no sucesso da administração Tetila.

Câmara de Ponta Porã_Início do Ano Legislativo