O PSDB e o MDB conquistaram cada um 4 das 24 vagas da Assembleia Legislativa vão ser os partidos com as maiores bancadas; renovação chegou a 41%.

O PSDB e o MDB conquistaram cada um 4 das 24 vagas da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul e vão ser os partidos com as maiores bancadas para a próxima legislatura. Outros cinco partidos: PSL, DEM, PT, Solidariedade e PP, conseguiram eleger dois deputados cada na eleição deste domingo (7).

Para 2019, a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul terá uma renovação de 41%. Dos 24 deputados, 13, que estão exercendo o mandato na Casa atualmente foram reeleitos. Um, que foi suplente na atual legislatura e exerceu o mandato por algum tempo foi eleito também. As outras dez vagas foram conquistadas por candidatos que não eram deputados estaduais no atual exercício.

Entre os partidos, o PDT sofreu a maior redução de bancada, 66,6%. Na legislatura atual havia eleito 3 deputados e para a próxima terá 1. O PT sofreu uma retração de 50%, caiu de 4 deputados para 2 e o MDB de 33,3%, de 6 para 4. O PSDB se manteve estável, com 4 parlamentares.

Dos três deputados eleitos mais bem posicionados dois são do PSL, partido do candidato a presidente Jair Bolsonaro: Capitão Contar, com 78.390 votos e Coronel David, com 45.903. O terceiro é o estreante Jamilson Name (PDT), com 33.870.

Veja abaixo a lista dos deputados eleitos em MS por ordem de número de votos:

  • Capitão Contar (PSL): 78.390
  • Coronel David (PSL): 45.903
  • Jamilson Name (PDT): 33.870
  • Renato Câmara (MDB): 33.291
  • Onevan de Matos (PSDB): 30.813
  • Ze Teixeira (DEM): 30.788
  • Lidio Lopes (PATRIOTAS): 27.877
  • Paulo Corrêa (PSDB): 27.664
  • Felipe Orro (PSDB): 27.661
  • Barbosinha (DEM): 27.492
  • Marçal Filho (MDB): 25.437
  • Professor Rinaldo (PSDB): 24.593
  • Márcio Fernandes (MDB): 23.296
  • Eduardo Rocha (MDB): 23.347
  • Cabo Almi (PT): 21.121
  • Pedro Kemp (PT): 20.969
  • Londres Machado (PSD): 20.782
  • Neno Razuk (PTB): 19.472
  • Herculano Borges (SOLIDARIEDADE): 17.731
  • Gerson Claro (PP): 16.374
  • Antonio Vaz (PRB): 16.224
  • Evander Vendramini (PP): 12.627
  • Lucas Limas do Amor Sem Fim (SOLIDARIEDADE): 12.391
  • João Henrique (PR): 11.010

Do G1/MS