Durante sessão solene realiza nesta sexta-feira (11/08), em Campo Grande (MS), a Superintendência Regional do Trabalho de Mato Grosso do Sul homenageou os diretores da Fiems Altair da Graça Cruz, José Francisco Veloso Ribeiro, Roberto Hollanda Filho e Amarildo Miranda Melo com a entrega de certificado pela parceria com a Federação. Ainda no evento, o superintende-regional do Trabalho no Estado, Vladimir Benedito Struck, apresentou um balanço do primeiro ano de gestão.

O superintende do Trabalho, Vladimir Benedito Struck, também destacou os trabalhos desenvolvidos pelo Sistema Fiems, informando os empresários do setor, capacitando a mão de obra e melhorando as condições de trabalho. “Na parte de auditoria, nós intensificamos palestras, orientações, que até então não se tinha. O que acontecia era um trabalho forte apenas na fiscalização, mas muitas vezes o empresário não tinha conhecimento e acabava sendo autuado. Então estamos fazendo parcerias no intuito de que o empresário não nos veja como vilão, mas como referência para solução de seus problemas. A Fiems é a principal parceira pela forma de conduzir os trabalhos pelo seu presidente e diretores e pelos superintendentes”, afirmou.

O presidente do CRT (Conselho Temático Permanente de Relações do Trabalho) da Fiems, Altair da Graça Cruz, afirmou que a homenagem da Superintendência Regional do Trabalho é uma forma de reconhecimento dos trabalhos desenvolvidos. “O Sistema Fiems oferece uma série de cursos, capacitando a mão de obra e consultoria em SST (Segurança e Saúde do Trabalho), contribuindo na prevenção a acidentes de trabalho. Além disso, orientamos nossos empresários e proporcionamos uma melhor condição de trabalho e acredito que esse diálogo com a Superintendência Regional do Trabalho só traz benefícios para todos”, salientou.

Na avaliação do presidente do Sindivest/MS (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação de Mato Grosso do Sul), José Francisco Veloso Ribeiro, a integração entre Fiems e SRT é fundamental, já que são mais de 8 mil indústrias em todo Estado. “Temos de orientar, por meio do Sesi, Senai e IEL as empresas e empresários do setor industrial para que cumpram a legislação e a Superintendência tem se posicionado de forma bastante cooperativa”, reforçou.

Segundo o presidente da Biosul/MS (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul), Roberto Hollanda Filho, o segmento tem se preocupado em cumprir todas as normas. “Acredito que sustentabilidade é o pilar de desenvolvimento do nosso segmento. Temos hoje o melhor salário médio da agricultura, um dos maiores salários médios da indústria, treinamos, capacitamos nossos trabalhadores e estamos muito atentos para cumprir todas as normas. Então isso faz parte do esforço do setor a ter uma melhor relação com nossos colaboradores”, disse.

Já o presidente do Sinduscon-MS (Sindicato Intermunicipal da Indústria da Construção de Mato Grosso do Sul), Amarildo Miranda Melo, elogiou a postura do atual superintendente do Trabalho. “O Struck tem uma posição muito reta de defesa dos interesses da sociedade do ponto de vista do trabalho e isso faz com que as condições trabalhistas também melhorem, o que reflete na qualidade de vida das pessoas. Então vemos com muito mérito a defesa do emprego e uma relação de trabalho clara e justa”, finalizou.