SIMTED completa hoje 40 anos e tem sua história contada por seus fundadores

Professora Eliza Cristaldo Romero Ogima foi mediadora do bate-papo com quatro dos idealizadores da Associação Douradense de Professores – Foto: SIMTED Dourados

Sultan Rasslan, Wilson Biasotto, Laerte Tetila e Antônio Carlos Biffi foram idealizadores da Associação Douradense de Professores, criada em 7 de maio de 1978

O SIMTED Dourados completa hoje 40 anos. Na noite da última sexta-feira (4), foi realizada uma cerimônia em comemoração ao aniversário de fundação do sindicato. Os idealizadores Sultan Rasslan, Wilson Valentim Biasotto, José Laerte Cecílio Tetila e Antônio Carlos Biffi foram homenageados e contaram a história do surgimento dessa importante entidade dos trabalhadores em educação.

A conversa com os professores fundadores aconteceu na sede do SIMTED e foi mediada pela professora Eliza Cristaldo Romero Ogima. Sultan, Biasotto, Tetila e Biffi falaram sobre suas atuações no movimento sindical da educação na cidade de Dourados, junto a outras importantes lideranças, por meio da fundação da ADP (Associação Douradense de Professores), que surgiu em 7 de maio de 1978.

Os quatro precursores falaram sobre o período histórico de criação da ADP, durante plena Ditadura Militar, quando foram perseguidos por articularem mobilizações dos trabalhadores em defesa da educação de qualidade no município.

Sultan Rasslan, que na época presidiu a Câmara Municipal de vereadores, muito emocionado, falou dos momentos em que foi chamado, pelo regime da época, a dar esclarecimentos por suas posições em defesa dos trabalhadores.

Wilson Biasotto fez uma reflexão sobre as demandas na luta pela educação. Ele disse que na época se lutava por melhores condições de trabalho, melhores salários, contra a ideia de que o magistério era um “sacerdócio” e pela autonomia e liberdade dos educadores. E lembrou que essas ainda são pautas do movimento sindical nos dias atuais.

Laerte Tetila reiterou a importância dos trabalhadores em educação estarem sindicalizados e organizados na luta pela garantia de direitos e por um ensino de qualidade. Ele também lembrou da busca pela estabilidade do profissional da educação ao longo do tempo.

Antônio Carlos Biffi declarou que o momento atual requer mobilização por uma democracia plena, que se encontra ameaçada pelas recentes retiradas de direitos da população brasileira. Ele falou da importância da combatividade do SIMTED Dourados na luta dos trabalhadores do estado.

Os quatro homenageados afirmaram a importância da coletividade para a luta sindical e criação da associação de professores. Eles ressaltaram que, apesar das dificuldades – como baixos salários, instabilidade e perseguições – a mobilização foi fundamental para garantir a representatividade da categoria.

Os fundadores receberam da diretoria do SIMTED uma placa de homenagem com transcrições de trechos da “Ata da 1ª Assembléia de Formação e Instalação da Associação Douradense de Professores”.

História

A ADP surgiu em 7 de maio de 1978, fruto de um período histórico da vida nacional caracterizado por uma dualidade: de um lado, o Estado de exceção, a Ditadura Militar, a partir do golpe de 1964 e, consequentemente, de outro, um movimento de grande contestação por parte de setores da sociedade, com intensa participação dos profissionais da educação.

A 1ª Assembleia Geral dos professores de Dourados aconteceu no anfiteatro da CPD (Centro Pedagógico de Dourados). Os trabalhos foram presididos pelo professor José Laerte Cecílio Tetila, que era o presidente da diretoria provisória, e os professores Wilson Valentim Biasotto, Antônio Carlos Biffi e Sultan Rasslan.

Participaram da assembleia 104 professores. Foi eleita, por unanimidade a chapa única, tendo como Presidente: Wilson Valentim Biasotto; Vice-Presidente: José Laerte Cecílio Tetila; 1° Secretário: Antônio Carlos Biffi; 2ª Secretária Aparecida Imaculada Ferreira Cazon; 1° Tesoureiro: Arino Braga do Amaral; 2° Tesoureiro: Abramo Loro Neto; Diretor de Relações Públicas: Sidney Gomes; Diretor de Ética: José Zanchettin; Diretora Cultural: Dalva Maria de Souza; Diretora Social: Nilcéia Maria Pacco; Diretor Recreativo: Gélio Alfredo Lopes; Diretor Jurídico: Wilson Moretti. Na mesma ocasião, foram eleitos os membros do Conselho Fiscal: José Pereira Lins, Ivan Araújo Brandão, Generosa Cortez de Lucena, Zilda Aparecida da Silva e Cleuza Guerreiro.

Com o processo de redemocratização do país e a promulgação da Constituição Cidadã de 1988, foi permitido aos servidores públicos a sindicalização. Então, no dia 14 de março de 1989, a ADP transformou-se em SIMTED (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Dourados), que era presidido à época pelo professor Lauro Sérgio Davi.

Anos mais tarde, educadores administrativos também passaram a fazer parte do sindicato. A base de representação do SIMTED é de servidores lotados na Rede Municipal e na Rede Estadual de Ensino do município de Dourados.

Na sequência, o sindicato foi presidido pelos(as) professores(as): Rudimar Zachert (1991 a 1995), Ricardo Anzoategui (1995 a 1999), José Carlos Brumatti (1999-2006 e 2009-2012), Eliza Cristaldo Romero Ogima (2006 a 2009), João Vanderley Azevedo (2012-2015) e Gleice Jane Barbosa (2015 a 2018). Atualmente o SIMTED é presidido pelo professor Juliano Meneghetti Mazzini (eleito para o triênio 2018-2021).