Presidente da ALMS, Paulo Corrêa, e o presidente do TJMS, desembargador Paschoal Carmello Leandro, também participam da cerimônia – Assessoria

O governador Reinaldo Azambuja lança logo mais, às 8h30, a Campanha Estadual de Combate ao Feminicídio. O presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Corrêa, e o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, desembargador Paschoal Carmello Leandro, também devem participar do lançamento, no auditório da governadoria.

A campanha é uma realização do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio das subsecretarias Especial de Cidadania e de Políticas Públicas para Mulheres.

O feminicídio, assassinato de uma mulher pelo fato de ser mulher, foi tipificado como crime hediondo em março de 2015, por meio da Lei nº 13.104, que alterou o art. 121 do Código Penal.

Até o dia 20 de maio, Mato Grosso do Sul teve, neste ano, 16 casos de feminicídio consumados e 42 casos de tentativa de feminicídio, segundo dados da Delegacia Geral da Polícia Civil (DGPC/MS).