Reinaldo anuncia nova parceria para investimento de R$ 250 milhões na Capital

Governador Reinaldo Azambuja com o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad – Foto: Chico Ribeiro

No último evento público de janeiro com participação popular, o governador Reinaldo Azambuja anunciou nova parceria, com a Prefeitura Municipal de Campo Grande e o Governo Federal, para investimento de R$ 250 milhões em obras estruturantes na cidade.

Reinaldo Azambuja participou nesta quinta-feira (31.01) do lançamento do calendário de eventos esportivos da Capital, com autorização para início da obra de revitalização do Guanandizão, o maior ginásio esportivo de Mato Grosso do Sul. O Governo do Estado investe R$ 1,8 milhão no local.

“Temos feito parcerias que resgatam opções para a sociedade. A revitalização do Guanandizão é uma delas. Agora, estamos finalizando uma nova que vai ultrapassar R$ 250 milhões. Vamos tocar 30 obras importantes em todas as regiões – reconstruir vias públicas, destravar projetos estruturantes e atender as necessidades da cidade”, comunicou.

No evento, o governador lembrou de obras executadas na Capital com apoio do Governo do Estado, entre elas o Reviva Centro e a adequação na Avenida Ernesto Geisel. Ele ainda assinou protocolo de intenção para repassar R$ 80 mil para a realização dos Jogos Radicais Urbanos, da Copa Campo Grande de Futebol Amador e da Supercopa dos Campeões.

Estiveram presentes no lançamento do calendário esportivo o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad; o secretário especial Carlos Alberto de Assis; deputados estaduais e federais; e vereadores e secretários municipais.

Guanandizão

Fechado há quase cinco anos, o Ginásio Guanandizão passará por obras de revitalização graças a união de esforços do Estado e do Município. Repassados pelo Executivo Estadual, os recursos para a obra já estão disponíveis nos cofres da Prefeitura.

Inaugurado em 1984, o ginásio Guanandizão faz parte da história de Campo Grande. A capacidade do local é de 8.240 pessoas. Conhecido como “Templo do Esporte”, será entregue à população completamente reformado e readequado. Uma obra emblemática com conclusão prevista para o mês de agosto, um presente para a Capital, que completará 120 anos de emancipação.

O prédio, que estava interditado desde 2013 pelo Corpo de Bombeiros Militar por conta de falhas na estrutura hidráulica, deve voltar a abrigar eventos da Seleção Brasileira de Vôlei, Copa Brasil de Futsal e jogos escolares e universitários, incentivando o esporte e a cultura e fomentando a economia regional.