Prefeito André Nezzi discursa no evento de abertura das atividades do Projeto Maria Maria – Divulgação

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Caarapó realizou na tarde de quarta-feira (21) o evento de abertura das atividades do segundo semestre deste ano do Projeto Maria Maria. A solenidade reuniu autoridades municipais e mulheres atendidas pelo programa no Centro da Criança, espaço de desenvolvimento de ações da prefeitura municipal.

O Projeto Maria Maria é uma estratégia da administração municipal de atendimento às mulheres para geração de renda e consiste na oferta gratuita de cursos de pintura em tecido, corte e costura, design de sobrancelhas, cabeleireira, crochê em barbante e crochê em linha fina. Custeado com recursos integralmente da prefeitura, está pautado na proteção social básica, que tem como objetivo desenvolver potencialidades, aquisições e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários.

Neste ano estão sendo atendidas 250 mulheres em diversos espaços da prefeitura – Centro da Criança, CRAS I e II, Clube de Mães Ana Nery, distritos de Nova América e Cristalina e Comunidade Serrito, na zona rural, sob a coordenação geral da assistente social Luciene Cavalheiri.

O ato de abertura das atividades do projeto para este segundo semestre – que também foi alusivo ao “Agosto Lilás”, mês que simboliza o combate à violência doméstica e proteção à mulher -, teve a participação do prefeito André Nezzi (PSDB), da presidente da Câmara de Vereadores, Marinalva de Souza Farias da Costa (DEM), dos secretários municipais Janaína Guedes (Assistência Social), Ieda Maria Marran (Educação, Esporte e Cultura), Valberto Ferreira Costa (Saúde), Aparecido dos Santos (Governo e Infraestrutura) e Douglas Batista de Sousa (Suprimento e Logística), além do vereador Clenilson Francisco da Silva (PSC), conselheiros tutelares, entidades não governamentais, representantes da Força Nacional e Corpo de Bombeiros.

Em seu pronunciamento, o prefeito André Nezzi anunciou a criação da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres, que visa desenvolver ações diversas para conscientização e esclarecimentos sobre os tipos de violência doméstica, direitos das mulheres e procedimentos de proteção e acompanhamento das vítimas.

“Também estaremos criando a Sala Lilás na sede da delegacia de Polícia Civil, que tem como característica ser um espaço acolhedor, exclusivo para crianças, meninas e mulheres vítimas de violência física e sexual, onde podem aguardar a realização de exame de corpo de delito ou boletim de ocorrência com mais conforto e privacidade”, anunciou o prefeito, acrescentando que, com ambientação aconchegante e com profissionais da Secretaria de Assistência Social, a proposta é humanizar o atendimento às vítimas de violência doméstica e familiar.

O evento foi encerrado com uma palestra sobre empreendedorismo, igualdade de gênero e enfrentamento da violência contra a mulher, proferida pela policial militar Gleice Aguilar, da cidade de Dourados.