Apreensão contou com a ajuda de cães farejadores da PRF, que ajudaram a descobrir a droga

Cocaína apreendida pesou 103,4 quilos – Divulgação/PRF

A Polícia Rodoviário Federal (PRF) apreendeu no final da tarde desta segunda-feira, 18 de março de 2019, 103,4 kg (cento e três quilos e quatrocentos gramas) de cocaína em um caminhão carregado de milho que seguia no sentido Sidrolândia – Campo Grande.

A ocorrência começou com a abordagem feita pelos policiais rodoviários federais a um caminhão Volvo FH 400 6X2T, placas de MS, atrelado a um semi-reboque, também com placas do estado, no km 369 na BR 060, em Campo Grande. O motorista, um homem de 36 anos, apresentou nervosismo excessivo com a abordagem e deu respostas contraditórias às respostas da equipe policial.

Frente à suspeita, o veículo foi levado para o pátio da Delegacia da PRF e lá contou com a atuação da equipe do Grupo de Operações com Cães. Os cães indicaram presença de substância ilícita na cabine.

Após vistoria minuciosa, foram então localizados 100 tabletes de pasta base de cocaína escondidos no interior do habitáculo. Ao ser informado acerca da substância encontrada, o condutor confessou saber da existência do entorpecente. Ele disse que estava com o caminhão em Ponta Porã e estacionou em um posto de combustível abandonado, onde um outro veículo compareceu para acondicionar a droga no esconderijo preparado. O suspeito seguiu viagem para Sidrolândia, onde carregou o semi-reboque com milho.

Ele disse ainda o destino final do entorpecente seria a cidade de Pouso Alegre/MG, e receberia o valor de 25 mil reais ao final do transporte.

A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal de Campo Grande, onde a droga foi pesada, totalizando 103,4 kg. Vendida nos grandes centros, a droga atinge um preço médio de R$ 30 mil o quilo, dando um prejuízo ao narcotráfico de mais de R$ 3 milhões.