PF apreende na casa de Aécio papel com inscrição ‘cx 2’

Advogado do tucano disse que isso não significa ilegalidades

A Polícia Federal apreendeu no apartamento do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) na Avenida Vieira Souto, no Rio de Janeiro, uma anotação manuscrita com a inscrição “cx 2”.

Esses documentos estavam em um saco plástico transparente, assim como um papel azul com senhas e diversos comprovantes de depósitos. A operação ocorreu no último dia 18 de maio, quando também foram apreendidos 15 quadros, um telefone celular, um pen drive e um aparelho que bloqueia sinal telefônico.

A busca ainda atingiu o gabinete de Aécio no Senado, onde foram encontradas planilhas de indicações para cargos federais e uma agenda que comprova uma reunião com Joesley Batista, dono do frigorífico JBS, em 2016.

Por meio de uma nota, o advogado do tucano, Alberto Zacharias Toron, citado pelo jornal “O Globo”, disse que a anotação “cx 2” não significa “qualquer indício de ilegalidade”. Aécio foi atingido em cheio pela delação de Joesley, que o gravou pedindo R$ 2 milhões para supostamente pagar sua defesa na Lava Jato.

Por conta da investigação, o tucano foi afastado do Senado e é alvo de um pedido de prisão preventiva da Procuradoria-Geral da República (PGR), que ainda precisa ser analisado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Da AnsaFlash