Rubro-Negro inicia disputa na semifinal nesta quinta-feira contra equipe colombiana no Maracanã. Último título internacional do Flamengo completa 18 anos em dezembro

Remanescente brasileiro na Sul-Americana, o Flamengo volta a campo hoje pela semifinal do torneio, às 21h45, no Maracanã, contra o Junior Barranquilla (COL). Pode ser o primeiro de quatro passos rumo ao título do torneio que salvaria o ano do clube rubro-negro. O time decepcionou nas principais competições da temporada, mas tem a chance de voltar a conquistar uma competição internacional depois de 18 anos. O último troféu do gênero foi a Mercosul de 1999.

Finalista da Sul-Americana do ano passado, o técnico Reinaldo Rueda foi um dos entusiastas da ideia de dar o título do torneio à Chapecoense após a grande tragédia que matou 71 pessoas. Agora, ele tem a oportunidade de voltar à decisão com o Flamengo. O treinador sabe a importância de conquistar este troféu para satisfazer às aspirações da torcida num ano de frustrações.

– Está vivo esse sonho e serão jogos difíceis. É vital pelas aspirações que se tem e pela meta que significa um torneio internacional. Tivemos insucesso na Libertadores e a irregularidade no Brasileiro.Um bom resultado mudaria todo – disse o treinador, referindo-se ao jogo da noite de hoje.

Mesmo que a Sul-Americana não tenha o mesmo peso do Brasileiro ou da Libertadores, todos no clube garantem que vão dar tudo em busca do título.

– Estou extremamente orgulhoso de estar novamente numa semifinal, estamos cheio de vontade para conquistar este título, tem uma importância muito grande para nós. Agora é concentrar e nos dedicarmos para alcançar este objetivo – garante o meia Diego.

Para começar 2018 mais leve, sem tanta pressão, o caminho passa pela conquista da Sul-Americana. É hora de dar o primeiro passo.

Do Lance!