MPMS orienta clientes a denunciar aumento dos preços nos postos de combustíveis

O Ministério Público de Mato Grosso do Sul, por meio da 10ª Promotoria de Justiça do Consumidor, Cidadania e Direitos Humanos de Dourados, solicita que os consumidores que se sentiram lesados com a alta dos combustíveis, em virtude da greve dos caminhoneiros, apresentem uma reclamação, anexando cópia da nota ou cupom fiscal, junto à Ouvidoria do órgão, pelo site www.mpms.mp.br, para que sejam tomadas as providências em relação aos postos de combustíveis.

O Ministério Público do Estado informa que todas as medidas serão tomadas no âmbito coletivo e criminal.

A adoção desta medida por parte do MPMS aconteceu depois que o PROCON autuou um posto de combustível por aumentar o preço da gasolina em cerca de 25%. O posto aumentou o preço do litro de R$ 3,99 para quase R$ 5 e poderá ser multado em até R$ 77 mil.

Grande parte dos 60 postos de combustíveis de Dourados já estão com as bombas desligadas por falta do produto. Nos postos que ainda têm estoque nos tanques, as filas de carros passam de cinco quarteirões.