Acidente aéreo foi na última sexta (18) em Havana, Cuba – Foto: Ansa

Morreu nesta segunda-feira (21) uma das três mulheres sobreviventes do acidente aéreo da última sexta (18) em Havana, Cuba. A informação é da imprensa oficial do país latino.

A paciente, Grettel Landrove, uma jovem cubana de 23 anos, não conseguiu resistir aos ferimentos provocados pela queda do avião, elevando para 111 o número de mortos na tragédia.

Segundo a mãe da passageira, Amparo Font, sua filha era dançarina de flamenco e estudante de engenharia. As outras duas sobreviventes, Mailen Díaz, 19, e Emiley Sánchez, 39, ambas cubanas, estão em estado crítico em um hospital de Havana.

O Boeing 737-201 tinha quase 40 anos e levava 113 pessoas, sendo 107 passageiros e seis tripulantes. Os motivos do acidente ainda são desconhecidos, e a aeronave pertencia à companhia mexicana Global Air, mas era operada pela estatal Cubana de Aviación.

A autoridade de aviação civil do México suspendeu a permissão de voo da Global Air até que as causas da tragédia sejam apuradas.

Da AnsaFlash