Ministério da Saúde empenha R$ 3 milhões para construção do Hospital Regional de Dourados

O Ministério da Saúde empenhou nessa quinta-feira (21) o valor de R$ 3 milhões para a construção do Hospital Regional (HR) de Dourados. O empenho foi realizado em favor do Governo do Estado que executará a obra. O investimento total para a construção do HR será de mais de R$ 51 milhões. O recurso é fruto do trabalho do deputado Geraldo Resende (PSDB) e de membros da bancada federal.

O Hospital Regional atenderá pacientes dos 34 municípios das regiões da Grande Dourados, Conesul e faixa de fronteira. Segundo Resende, “este empenho é uma conquista importante para a população de Dourados e demais regiões e fruto de um trabalho árduo que uniu esforços do nosso mandato como também do envolvimento pessoal do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Esse é mais um presente para Dourados neste final de ano”, afirmou.

O projeto de construção do Hospital Regional de Dourados quase foi abandonado como consequência do quase cancelamento de uma emenda parlamentar no valor de R$ 4,4 milhões no ano de 2013 e o efetivo cancelamento da destinação de R$ 15,9 milhões para a edificação. Nos últimos quatro anos, o deputado Geraldo Resende e o governador Reinaldo Azambuja realizaram diversas reuniões no Ministério da Saúde e conseguiram impedir e reverter o cancelamento dos recursos, confeccionar e aprovar os projetos técnicos possibilitando a continuidade do convênio e o empenho.

A Unidade Especializada significará um investimento de mais de R$ 51 milhões. O empenho desta quinta-feira é referente aos R$ 15,9 recuperados por Resende. Este valor será somado com a contrapartida do Tesouro Estadual no valor de R$ 6,8 milhões. Além dos R$ 4,4 milhões também assegurados por Resende, ainda existem as emendas de R$ 7,6 milhões do senador Waldemir Moka (PMDB) e de R$ 3,4 milhões do deputado Dagoberto Nogueira (PDT). Para as próximas etapas da edificação, já existe o compromisso da bancada do Estado para a destinação de valores para o Orçamento de 2020.

No dia 24 de novembro, o Governo do estado havia publicado no Diário Oficial do Estado a abertura da licitação para a construção do HR. A modalidade da licitação será a do tipo “menor preço” e os envelopes serão abertos no dia 09 de janeiro.

O Hospital Regional de Dourados será ponto de atenção, prioritariamente, da Rede de Atenção às Urgências e Emergências, da Rede de Atenção às Pessoas com Doenças Crônicas e da Rede da Pessoa com Deficiência. A unidade de referência terá perfil assistencial de hospital geral, que priorizará as linhas de cuidados de urgência/emergência, cardiologia, nefrologia, oftalmologia e cirurgia geral.

A unidade será contemplada com leitos distribuídos em enfermaria masculina e feminina, de isolamento, UTI adulto, isolamento UTI adulto, UTI pediátrica, isolamento UTI pediátrico, leitos de observação adulto, centro cirúrgico e obstétrico, farmácia, unidade de nutrição, anexo de serviços, pronto atendimento e observação de isolamento, recuperação e pós-anestésica e recuperação de endoscopia, totalizando 71 leitos e 6.022 m² de área.