Depois da imprudência dos motoristas ao volante, as más condições dos veículos são a maior causa de acidentes, segundo o Atlas da Acidentalidade no Transporte Brasileiro. A campanha Maio Amarelo chama a atenção dos condutores para os cuidados nas vias, com o objetivo de reduzir o número de acidentes, e a vistoria veicular é uma aliada nessa meta.

Além da verificação do documento do veículo, na vistoria são avaliados vários itens obrigatórios de segurança, uma medida que ajuda a evitar que veículos sem condições de circulação estejam nas ruas colocando em risco a vida da população. Na vistoria veicular são verificadas as condições de conservação, manutenção, mudanças de características, numerações identificadoras e os documentos pertinentes à circulação e atos administrativos.

Entre os itens avaliados, bastante importantes para a segurança do condutor, passageiros e demais usuários das vias, estão o farol, luzes piloto, lanternas de freio, de posição, luz de ré, acionamento das setas, acionamento intermitente de emergência, espelhos retrovisores, limpadores de para-brisa, funcionamento do velocímetro, estado de conservação dos pneus, funcionamento do freio de estacionamento (freio de mão) e a existência de cintos de segurança para todos os passageiros.

“A vistoria veicular contribui para salvar vidas, pois auxilia na retirada das ruas de veículos sem condições mínimas de segurança para circulação e que poderiam causar acidentes”, afirma o presidente da Associação das Empresas de Vistoria Veicular de Mato Grosso do Sul (Assovis MS), José Renato Cantadori. No ano passado, cerca de 150 mil vistorias foram realizadas em Mato Grosso do Sul.

Serviço – No site www.assovisms.org.br é possível encontrar a relação das 39 empresas credenciadas no Estado, com endereços e contatos.