‘Mãe de santo’: Operação do SIG apura desvio de R$ 50 milhões de empresa

Policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais) cumprem dois mandados de busca e apreensão em Dourados desde o início da manhã desta quinta-feira (19/11). Denominada ‘Prelúdio’, a operação faz parte das apurações do desvio de R$ 50 milhões de uma empresa na cidade após funcionária relatar ameaças sofridas por uma mãe de santo.

Segundo o Dourados News, os policiais estiveram num edifício localizado na região do Jardim Tropical e em uma casa no Jardim Flórida.

Não foram informados os proprietários dos imóveis.

O nome da ação significa ‘o começo de tudo’. O delegado Rodolfo Daltro deve conceder coletiva ainda esta manhã.

A denúncia

No dia 5 de outubro, mulher de 34 anos moradora em Dourados registrou boletim de ocorrência alegando ter sido vítima de chantagem. Ela disse ter depositado na conta de uma ‘mãe de santo’, R$ 50,8 milhões em diversas contas.

O dinheiro seria da empresa onde a vítima é funcionária.

De acordo com o depoimento, o caso começou após a mulher realizar uma espécie de consulta com quem realiza os trabalhos espirituais, residente no Estado de São Paulo.

A suspeita teria alegado que a vítima iria morrer em questão de alguns dias, mas que poderia evitar o óbito caso as quantias de dinheiro parceladas fossem depositadas em contas bancárias.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.