Atividade faz parte das ações pela Campanha Agosto Dourado; unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua por meio de parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Mato Grosso do Sul

3ª Semana do Aleitamento Materno foi realizada entre os dias 13 e 14 de agosto – Divulgação

O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, em Ponta Porã (MS), gerenciado pelo Instituto Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), promoveu entre os dias 13 e 14 de agosto a 3ª Semana do Aleitamento Materno. O evento integrou as atividades da campanha “Agosto Dourado” que incentiva e valoriza ações de apoio à amamentação.

A programação iniciou na terça-feira (13) com a palestra sobre a importância do aleitamento materno na primeira hora de vida, técnicas de aleitamento e os benefícios do aleitamento exclusivo. A presidente da comissão de aleitamento materno do hospital, Dyolla Grance, e a pediatra Patrícia Caetano, conduziram a atividade do primeiro dia.

“O leite materno é o alimento ideal para todas as crianças e pode garantir o desenvolvimento saudável do bebê até os dois anos de vida. Com uma composição balanceada, o leite materno é capaz de suprir as necessidades fisiológicas do bebê. Ele tem fácil digestão, mata a sede e provê a primeira proteção imunológica ao recém-nascido, ajudando a protegê-lo contra infecções no ouvido, diarreias e doenças respiratórias”, ressaltou a médica pediatra, Patrícia Caetano.

Além da roda de conversa, no mesmo dia houve o lançamento do projeto “Pequeno Sul-Mato-Grossense” que contemplou os recém-nascidos na maternidade do Hospital Regional de Ponta Porã com um kit de higiene para os primeiros cuidados. No segundo dia do evento as puérperas e gestantes receberam orientações com a fonoaudióloga Isabela Pini e participaram de dinâmicas e tiraram dúvidas sobre o leite materno com os nutricionistas Rodrigo Echeverria e Joicy Maria Santana.

Diana Douglas Ornella está com 28 semanas de gestação e elogiou as palestras. “Foi motivador ver relatos e aprender com a experiência desses excelentes profissionais”, disse. Para Vania Franco, outra paciente que passa por procedimentos no hospital, as orientações são importantes para incentivar as mães. “Mesmo sendo mãe de três filhos acabamos sempre aprendendo algo novo. Nesse evento trocamos experiências e também incentivamos umas as outras”, contou.

O evento encerrou com o mamaço entre as puérperas e pintura nas barrigas das gestantes. Dyolla Grance destacou que as ações de incentivo ao aleitamento permanecerão na unidade ao longo do ano. “Somos conveniados ao Projeto Rede Cegonha que incentiva as boas práticas do parto e aleitamento e agora participamos do “Programa Pequeno-Sul-Mato-Grossense” implantado pelo Instituto Acqua que também incentiva essas boas práticas na maternidade”, finalizou.