Ishy é presidente da Comissão de Saúde e afirma que pretende dar continuidade ao trabalho de fiscalização e do fortalecimento de políticas afirmativas

Ishy questiona qual o valor total gasto pela gestão para atender as demandas – Foto: Thiago Morais

O vereador Elias Ishy (PT) encaminhou um requerimento à prefeitura de Dourados solicitando informações referentes às ações de judicialização no município. Esses processos referem-se à busca do “Judiciário como a última alternativa para obtenção do medicamento ou tratamento ora negado pelo SUS”, o sistema de saúde pública.

Neste ano, Ishy passou a ser o presidente da Comissão de Saúde e afirma que pretende dar continuidade ao trabalho de fiscalização e do fortalecimento de políticas afirmativasO parlamentar que saber, por exemplo, quantas ações foram judicializadas nos anos de 2017 e 2018, bem como quantas sentenças foram cumpridas. Além disso, ele questiona qual o valor total gasto pela gestão para atender as demandas, referentes aos dois anos.

Para o ano passado, Ishy vai além. O vereador indaga quais os tipos de demandas judicializadas e solicita que a prefeitura encaminhe a quantidade (por tipo) referentes à medicamentos, ordem de internações, UTI e tratamentos especiais. E em relação ao exame de colangiopancreatografia retrograda endoscópica (CPRE), ele quer verificar quantos foram realizados em 2018, qual (ais) empresas realizaram esse procedimento e qual o valor foi despendido para atender essa atividade.

O questionamento surgiu após um caso divulgado pela imprensa douradense, recentemente, quando mostrou que uma moradora da região cobrouuma ação da Secretaria Municipal para o fornecimento do exame citado, necessário para cirurgia da mãe, uma idosa internada no Hospital da Vida, até então com mais de 40 dias, com deslocamento de pedra da vesícula ao pâncreas.

Por fim, Ishy interroga: “quais ações e medidas à prefeitura têm tomado para diminuir os casos de Judicialização?”. O vereador acredita que as informações devem colaborar com a atuação do mandato na defesa do interesse público.