Comerciantes da região central de Campo Grande pedem socorro

Lixo e restos de alimentos jogados nas calçadas de estabelecimentos comerciais – Divulgação

Empresários voltam a relatar descaso e abandono pelo Poder Público na região central da cidade, deixando trabalhadores do comércio e proprietários à mercê da falta de segurança e sujeira.

Os comerciantes enviaram à CDL CG – Câmara de Dirigentes Lojistas de Campo Grande imagens que mostram lixo e restos de alimentos, sobras dos marmitex distribuídos às pessoas em situação de rua, jogados nas calçadas e entorno de alguns estabelecimentos comerciais, causando mau cheiro e atraindo insetos e ratos. Outra situação relatada é que as portas das lojas e as árvores se tornam sanitários para aqueles que passam a noite no local, sem moradia fixa.

Os impostos pagos pelos empreendedores, que deveriam ser revertidos em segurança e infraestrutura, bem como assistência social para essas pessoas e usuários de drogas que ficam na região, não chegam. A situação tem se estendido por diversas ruas, como a Dom Aquino, Orla, e até mesmo em locais tradicionais, como o Mercadão Municipal, que é um ponto turístico da capital.

Assim, a CDL CG alerta a necessidade urgente de que o Poder Público tome as devidas providências, atendendo aos moradores de rua e usuários de drogas com a assistência social necessária, exigindo da empresa responsável a limpeza adequada e mantendo o policiamento para dar segurança à população e aos comerciantes, que tanto contribuem para o crescimento da economia.

DEIXE UM COMENTÁRIO/RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui