Pell é um dos homens mais importantes dentro do Vaticano – Foto: EPA

O cardeal australiano George Pell foi declarado culpado por abusos sexuais de menores de idade, em uma decisão tomada por um tribunal de Melbourne e revelada nesta terça-feira (26).

Pell é considerado um dos homens mais poderosos dentro do Vaticano e o mais importante na Igreja Católica da Austrália.

Era o principal conselheiro financeiro do papa Francisco e secretário de Economia do Vaticano. O cardeal foi considerado culpado por abuso sexual e atentado ao pudor contra duas crianças: um coroinha de 13 anos e um jovem da mesma idade do colégio St. Kevins, em 1996, quando Pell tinha 55 anos. A sentença foi emitida em 11 de dezembro de 2018, mas foi divulgada somente agora. Pell, de 77 anos, estava em liberdade condicional, mas pode ser preso a partir de amanhã para cumprir uma pena de 10 anos a 50 anos de prisão.

Uma audiência que determinará detalhes da pena está agendada para esta quarta-feira (27). O cardeal australiano se diz inocente. A notícia da condenação veio à tona apenas dois dias depois do papa Francisco concluir uma cúpula histórica no Vaticano, com bispos do mundo todo, para estabelecer novos protocolos contra denúncias de pedofilia.

Da AnsaFlash