Câmara Municipal realiza 1º Simpósio de Capelania da Grande Dourados

Sob a proposição do vereador Sergio Nogueira, evento abordará várias áreas da capelania

1º Simpósio de Capelania da Grande Dourados é proposto pelo vereador Sergio Nogueira – Foto: Assessoria

A capelania é regulamentada e assegurada pela Constituição Federal, como Direito Fundamental, se tratando da prestação de assistência religiosa em entidades civis e militares de internação coletiva. Em Dourados, como forma de enaltecer este trabalho, o vereador Sergio Nogueira (PSDB), criou a Lei que comemora o Dia Municipal do Capelão em todo 21 de junho e, para abordar a temática, propôs, neste ano, o 1º Simpósio de Capelania da Grande Dourados, que será realizado na Câmara Municipal, dia 6 de julho, às 19h.

“Nossa ideia é dispor apresentar a capelania com aspectos da legislação federal, estadual e municipal, que amparam este serviço em sua modalidade especifica. É importante enfatizar o trabalho realizado por cada capelania, que coopera com as políticas públicas de melhoria da qualidade de vida, produtividade, relacionamentos, humanização e valores ou princípios como empatia, respeito, disciplina, perdão, entre outros”, menciona Sergio Nogueira.

No Brasil, a capelania é um serviço exercido por um ministro religioso, geralmente pastor ou padre, sendo responsável pelo acompanhamento de pessoas que o requeiram voluntariamente, previsto na Constituição Federal. Conforme o parlamentar, o capelão presta um serviço de auxílio espiritual, sem desrespeitar nenhuma religião e em consonância com as normas e regulamentos das instituições em que são promovidas.

Conteúdo Programático do Simpósio

Durante o I Simpósio serão abordadas as Capelanias Escolar, Hospitalar, Empresarial, Prisional e Militar, e a relação com as políticas públicas na promoção da qualidade de vida da sociedade.

Os convidados para ministrarem as palestras são: a pedagoga Márcia Alves Doneda Fagundes – psicopedagoga e capelã escolar; o teólogo Adão José Pereira – professor e capelão hospitalar da Santa Casa de Campo Grande; o teólogo Flávio Garcia Azambuja – capelão empresarial Msc. em Teologia e Filosofia pela Universidade do País de Gales; o teólogo e assistente social Marcos Ricci, capelão prisional – presidente da Associação Nova Criatura – Casa de Apoio para Egressos e o Teólogo Padre Fábio Ferreira da Silva – 1º Ten. da 4ª Bda. C. Mec., capelão militar católico.

Toda a sociedade douradense está convidada, não havendo nenhum custo para a participação e, ao final do 1º Simpósio de Capelania da Grande Dourados, haverá a entrega de certificado de 4h.