Cães farejadores da PRF identificam cocaína escondida em veículo; droga é avaliada em mais de R$ 1 milhão

Cocaína apreendida pesou 46,2 quilos – Divulgação/PRF

No final da tarde desta sexta-feira, 29, em ação da Operação Égide – Cerco de Fronteiras, o Grupo de Operações com Cães da Polícia Rodoviária Federal (GOC-PRF) apreendeu mais de 40kg de cocaína escondida em lataria de carro.

Os policiais fiscalizavam na Unidade Operacional em Terenos, BR-262 km 381, quando abordaram um veículo Kingstar/Jupiter, com placas da Bolívia, conduzido por um estrangeiro boliviano de 27 anos tendo como passageiro outro estrangeiro de 23 anos, também boliviano.

Os dois ocupantes do automóvel estavam bastante nervosos e ambos afirmaram que estavam indo até a cidade de Campo Grande para negociar a aquisição de um trator.

Desconfiados de que poderia haver entorpecentes no carro, a equipe então realizou a vistoria com os cães farejadores, K9 Axcel, K9 Chacal e K9 Maia e todos indicaram positivamente para a presença de droga nas laterais inferiores do veículo.

Após abertura do compartimento indicado pelos cães foram localizados 44 (quarenta e quatro) tabletes de cocaína, que após pesagem oficial totalizou 46,2kg (quarenta e seis quilos e duzentos gramas). O valor para venda do quilo nos grandes centros gira em torno de R$ 30 mil, dando um prejuízo médio de mais de R$ 1 milhão ao narcotráfico.

Os dois homens admitiram o transporte da droga e informaram que foram contratados para levar o ilícito da fronteira para Campo Grande, onde receberiam o pagamento pelo transporte.

Os dois homens, o veículo e a droga foram encaminhados para a Polícia Federal em Campo Grande.