Assembleia deve arquivar pedidos de impeachment contra o Governador Reinaldo Azambuja

Reinaldo com Coronel David e Junior Mochi; deputados alegam estar convencidos da inocência do governador - Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado
Reinaldo com Coronel David e Junior Mochi; deputados alegam estar convencidos da inocência do governador – Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul deve arquivar os cinco pedidos de impeachment contra o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Os sinais demonstrados pelos parlamentares da Assembleia, desde a visita do chefe do Executivo, mostram o estado de espírito com o qual a comissão especial vai dar prosseguimento aos trabalhos.

A estratégia do tucano para defender sua inocência e garantir a estabilidade política parece ter dado certo. Todos saíram convencidos da reunião que tiveram com Azambuja. Pelo menos é a impressão que o líder da bancada do PSDB, deputado estadual Beto Pereira, teve dos colegas.

Conforme o rito, a partir da criação da comissão, os deputados passarão a analisar a admissibilidade dos pedidos feitos. A Casa de Leis está tomando as medidas que são regimentais. A comissão deve ser instalada na próxima terça-feira. A partir desse momento serão requeridos documentos e se houver necessidade, algumas oitivas serão feitas.

Com Correio do Estado