Trump sancionará lei, mas fará manobra para construir muro

Após o Senado, a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos também aprovou o acordo bipartidário do orçamento para o governo federal até setembro.

Isso evita que o país entre novamente em paralisação, o chamado “shutdown”.

O acordo, alcançado pelos democratas e republicanos, foi aprovado por 300 votos a 128. Ele prevê US$ 1,375 bilhão para a construção de cerca e 88 km de barreiras e cercas na fronteira com o México, e está bem distante dos US$ 5,7 bilhões para a construção de um muro de concreto de 321 km prometido pelo presidente Donald Trump a seus eleitores.

Como o texto já tinha sido aprovado pelo Senado por 83 votos a 16, agora falta apenas a sanção do presidente. De acordo com a Casa Branca, Trump assinará a lei orçamentária, mas fará uma manobra, declarando estado de emergência nacional na fronteira com o México para ter acesso a uma verba que lhe permita construir o polêmico muro.

No ano passado, como o Congresso se negou a conceder os US$ 5 bilhões para a construção do muro, o governo federal entrou no maior “shutdown” da história, enfrentando mais de 30 dias de paralisação. Caso esse novo acordo orçamentário não fosse aprovado, o país entraria novamente em “shutdown” a partir desta semana.

Da AnsaFlash