Vereadores e autoridades durante inauguração da unidade móvel do Hospital de Amor – Foto: Thiago Morais

Os vereadores da Câmara de Dourados participaram, durante a manhã desta segunda-feira (11), do lançamento da unidade móvel do Hospital de Amor (antigo Hospital do Câncer de Barretos), durante solenidade realizada no Sindicato Rural. O presidente da Casa de Leis, Alan Guedes (DEM), ainda participou do ato de assinatura de concessão de imóvel do município para a construção da sede do hospital, realizado na Prefeitura Municipal.

Durante o ato, a prefeita de Dourados, Délia Razuk (PTB) firmou parceria com o hospital, através do presidente, Henrique Prata, cedendo prédio público para instalação do Hospital de Amor, que será implantado até o fim do 1º semestre de 2020. A concessão é pelo período de 20 anos.

Ainda foi apontado que uma área municipal será doada para a construção de uma unidade permanente da instituição. “É um dia histórico. Assim que nos mandarem o projeto, faremos a votação no Plenário, para que assim, seja feita a doação desta área para a construção do Hospital de Amor. É um privilégio participarmos deste ato”, ressaltou Alan Guedes, que também assinou o documento.

Braz Melo (PSC), Bebeto (PL) e Idenor Machado (PSDB) também participaram do momento da assinatura.

Ainda nesta segunda-feira, os vereadores Júnior Rodrigues (PL), Carlito do Gás (Patriota), Alan Guedes, Braz Melo, Mauricio Lemes (PSB), Idenor Machado, Sergio Nogueira (PSDB), Cido Medeiros (DEM), Romualdo Ramim (PDT), Bebeto, Juarez de Oliveira (MDB), Janio Miguel (PL) e Olavo Sul (Patriota) participaram do lançamento da unidade móvel do Hospital de Amor.

A unidade móvel, de acordo com Henrique Prata, é adaptada com clínica de análise e tem a capacidade de realizar seis mil exames mensais para diagnóstico de câncer de mama e de colo de útero.