Investigadores estiveram no local para fazer os levantamentos – Foto: porã news

Um ataque de pistoleiros deixou diretor de rádio, um engenheiro civil e um adolescente morto na cidade paraguaia de Zanja Pytã na fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul.

Segundo o site Porã News, as vitimas foram identificadas como Cesar O.F.(40) vulgo “Julio”, de nacionalidade paraguaia, diretor da Rádio Tupi FM, e os brasileiros Alessandro N.M.(20) de profissão engenheiro civil, e um adolescente de 16 anos, que na noite de sábado (09) por volta das 21h30, transitavam pela avenida principal da cidade de Zanja Pyta, situado na divisa com o distrito de Sanga Puitã, a 15 km de Ponta Porã, a bordo de um veiculo da marca VW, tipo Golf, cor preta, placa EFY 8784 do município de Ponta Porã, quando foram surpreendido por pistoleiros, que, segundo testemunhas, transitavam a bordo de uma caminhonete tipo Hilux que realizaram vários disparos de fuzil do calibre 7.62 e pistola do calibre 9mm. As vítimas conseguiram sair do veiculo, mas dois acabaram executados ainda ao lado do carro e o terceiro tentou se refugiar atrás de uma árvore, onde acabou morto a tiros, já que os pistoleiros teriam descido da caminhonete para certificar a execução.

Investigadores da Divisão de Homicídios e agentes da Polícia Técnica apoiados pelo promotor de justiça Gabriel Segovia e pelo médico legista Gustavo Galeano realizaram os trabalhos de praxe e encaminharam os corpos ao IML da cidade para uma inspeção minuciosa e posteriormente realizar a entrega aos familiares.

Informações indicam que a execução poderia ter relação com um ajuste de contas entre facções criminosas que atuam na região de fronteira, mas a polícia não descarta nenhuma hipótese pela que o caso será investigado pelos investigadores da Divisão de Homicídios e investigadores da Direção de Investigações de Casos Puníveis da Polícia Nacional do Paraguai de Pedro Juan Caballero.