Terceiro filme do herói da Marvel arrecadou R$ 26 milhões desde sua estreia no Brasil. Novo ‘Jogos mortais’ venceu nos EUA, mas ficou abaixo de expectativas.

“Thor: Ragnarok”, terceiro filme do super-herói da Marvel, levou quase 1,5 milhão de pessoas aos cinemas desde sua estreia no Brasil. O resultado colocou a produção no topo do ranking de bilheteria do país, com faturamento de R$ 26 milhões, segundo dados da consultoria ComScore.

A sequência tem elenco estrelado – Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Cate Blanchett, Idris Elba, Mark Ruffalo e Anthony Hopkins são apenas alguns dos nomes. Mas é o humor a principal aposta do longa, o mais engraçado da Marvel.

A ficção científica “Tempestade: Planeta em fúria”, sobre um sistema criado para controlar a temperatura mundial, aparece em segundo lugar em sua segunda semana de exibição. O filme arrecadou R$ 2,2 milhões com 128 mil ingressos vendidos. Os dados são referentes ao período entre a última quinta (26) e este domingo (29).

A lista segue com “A morte te dá parabéns” (R$ 1 milhão), “Pica-Pau” (R$ 1 milhão), “As aventuras do Capitão Cueca – O filme” (R$ 657 mil), “Além da morte” (R$ 574 mil), “Blade runner 2049” (R$ 518 mil), “Como se tornar o pior aluno da escola” (R$ 479 mil), “Missão cegonha” (R$ 417 mil) e “Mark Felt: O homem que derrubou a Casa Branca” (R$ 275 mil).

‘Jogos mortais’ venceu nos EUA

Sete anos após “Jogos mortais – O final” (2010), o novo capítulo da franquia de terror venceu em sua estreia na América do Norte, embora o resultado tenha ficado abaixo das expectativas. “Jigsaw”, que tem estreia prevista para novembro no Brasil, faturou US$ 16,2 milhões nos Estados Unidos e Canadá.

A arrecadação de abertura é a sétima pior da história da franquia – na frente apenas de “Jogos mortais VI” (2009). Segundo o site especializado em dados de bilheteria Box Office Mojo, a franquia está perto de alcançar os US$ 900 milhões arrecadados no mundo todo com seus oito filmes.

Do G1