Sessão solene homenageia engenheiros que contribuem para a construção de MS

Plenário ficou lotado durante a sessão solene que prestou homenagem a engenheiros – Foto: Wagner Guimarães

Responsáveis diretos pelas quatro décadas de edificação de Mato Grosso do Sul, os engenheiros foram os homenageados na noite desta quinta-feira (5) em sessão solene realizada no Plenário Deputado Júlio Maia, na Assembleia Legislativa. No total, 52 personalidades que, de diversas formas, tiveram participação significativa na execução de projetos e construções de edifícios, estradas, pontes e outras obras que possibilitaram o desenvolvimento do Estado, receberam o Diploma de Honra ao Mérito Legislativo “40 anos do Crea/MS Engenheiro Ernesto Vargas Baptista”.

A honraria foi instituída pela Resolução 104/2019, de autoria de Paulo Corrêa (PSDB) e Renato Câmara (MDB), parlamentares que são engenheiros, respectivamente, civil e agrônomo. Ernesto Vargas Baptista, que dá o nome ao diploma, foi engenheiro, urbanista, professor, prefeito de Amambai e Iguatemi e secretário de Viação e Obras Públicas no governo de Mato Grosso Uno.

“Costumo dizer que estou deputado estadual, mas sou, e sempre serei, engenheiro civil”, afirmou o deputado Paulo Corrêa, que presidiu a sessão solene. “Tenho a honra de dirigir essa solenidade que presta justa homenagem a meus colegas de profissão”, disse, emocionado. O parlamentar também enfatizou o papel dos engenheiros na construção de Mato Grosso do Sul e destacou o momento que tanto o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea/MS) quanto a Casa de Leis completam 40 anos.

No plenário lotado, havia representantes de Creas de diversos estados do Brasil e muitos profissionais das engenharias. Estiveram entre os presentes e compuseram a mesa de autoridades, juntamente com o deputado Paulo Corrêa, o ex-senador Pedro Chaves, secretário especial de Relações Institucionais e Assuntos Estratégicos de Mato Grosso do Sul no Distrito Federal, o engenheiro agrônomo André Nogueira Borges, que representou o governo, Dirson Artur Freitag, presidente do Crea/MS, o engenheiro eletricista Edson Delgado, vice-presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), a engenheira Vânia Abreu de Mello, diretora da Caixa de Assistência do Crea/MS, e Ana Luzia de Almeida Baptista Martins Abraão, filha de Ernesto Baptista.

Antes da entrega do diploma aos homenageados, o presidente do Crea/MS, Dirson Freitag, discursou, enfatizando a importância de Ernesto Baptista na história de Mato Grosso do Sul. “Sua trajetória é o registro do desenvolvimento do Estado. Em muitos locais, em que não havia nenhuma estrutura naquela época, hoje possui asfalto, rede de água”, disse, lembrando os cargos políticos exercidos por Baptista. “Para mim, é uma grande honra poder, em nome do Ernesto, homenagear todos esses profissionais”, acrescentou.

Homenageados

Do deputado Paulo Corrêa e do engenheiro Dirson Freitag, Ana Luzia recebeu, além do diploma que homenageia seu pai, uma placa com a reprodução da Resolução 104/2019. Na sequência, o presidente do Crea/MS foi agraciado com a honraria. Por indicação de Paulo Corrêa, também foram homenageados os engenheiros Dirceu Lazarini, Ednei Marcelo Miglioli, Helianey Paulo da Silva, Jean Saliba, Noli Mário Rubin Alessio e Renato Katayama.

Os indicados do deputado Renato Câmara foram os engenheiros André Nogueira Borges, Ângelo Roberto Latini, Atanásio Chaves de Oliveira, Edgard Jardim Rosa Júnior, Edmilson Volpe, Elói Panachuki, Guilherme Lafourcade Asmus, Jadir Bocato, Jorge Gonda, José Elias Moreira, Juliano de Andrade Pizzatto, Maria do Carmo Vieira, Paulo Sérgio Gimenes, Raquel Pires Campos.

Por escolha do CREA/MS, receberam o diploma os engenheiros Ângela Antonieta Athanázio Laurino, Aroldo Abussafi Figueiró, Aroldo Ferreira Galvão, Cleonice Alexandre Le Bourlegat, Edson Alves Delgado, Edson Freitas da Silva, Edson Rodrigues Santos, Elizabeth Spengler Cox de Moura Leite, Gervásio Kamitani, Giancarlo Lestoria, Hamilton Rondon Flandoli, Hermínio Ferreira Gomes, Humberto Cesar Mota Maciel, Ivan Gehling, Jerônimo Alves Chaves, Jorge Luiz da Rosa Vargas, José Francisco de Lima, Luciana Macedo Silva, Mauro Conti Pereira, Nereu Fontes, Olinda Barbosa Marques de Souza, Osvaldo Antônio Riedlinger dos Santos, Paulo Eduardo Degrande, Rachid Waqued Neto, Rubens Di Dio, Sandro Omar de Oliveira Santos, Valdecy Pereira Siqueira, Valdemir Antônio Laura e Vânia Abreu de Mello.

Agradecimentos

Em nome dos homenageados, a engenheira eletricista Luciana Macedo Silva, buscou no físico alemão Albert Einstein (1879-1955) e no poeta português Fernando Pessoa (1888-1935) pensamentos para agradecer a honraria. “Quero recorrer a um dos expoentes máximos da ciência, o físico Albert Einstein, para dizer que temos o destino que merecemos e nosso destino está de acordo com os nossos méritos”, citou. “E, ampliando esse entendimento, como afirma Fernando Pessoa, o valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem”, completou, relacionando as citações ao trabalho desenvolvido pelos engenheiros e às homenagens a eles prestadas.

A engenheira Ana Luzia também falou em nome de seu pai e sua família. “É muito simbólica esta homenagem, por ser realizada na Casa de Leis deste Estado, o qual meu pai tão bem representou”, afirmou. “Ele lutou muito pelo desenvolvimento de Mato Grosso do Sul e de Mato Grosso”, frisou. Ela ainda destacou a importância de cada um dos homenageados. “Fiquei encantada ao ouvir os currículos desses profissionais. Realmente, é uma representatividade significativa da sociedade sul-mato-grossense”, finalizou a filha de Ernesto Baptista.

Da Agência ALEMS